Arqueologia por quilombolas no Brasil: uma narrativa Tupinambá do baixo Tapajós, Santarém.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v37i1.1138

Palavras-chave:

quilombos, arqueologia, diásporas africanas

Resumo

Este artigo aborda uma correlação entre aspectos da teoria arqueologia brasileira sobre a crítica arqueologia recente a teoria racial e as propostas institucionalizadas racialmente da arqueologia da escravidão enquanto campo de pesquisa de privilégios e reprodutor de discursos discriminatórios contra negros e quilombolas. O texto trata da questão da arqueologia da diáspora africana, que se coloca como campo da arqueologia que tem por objetivo valorizar a pessoa quilombola enquanto detentora de notórios saberes e não simplesmente enquanto objeto temática a ser investigado em uma pesquisa. Em se tratando de arqueologia realizada por quilombolas torna-se salutar conversações a respeito das experiências nas comunidades e sua conjunção com as vivências acadêmicas

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Hudson Romário Melo de Jesus, Universidade de Brasília

Doutorado em Antropologia Social

Referências

BARRETO, Paula. Gênero, raça, desigualdades e políticas de ação afirmativa no ensino superior. Revista Brasileira de Ciência Política, n. 16, p. 39-64, 2015.

CARVALHO, Patrícia. A travessia atlântica de árvores sagradas: estudos de paisagem e arqueologia em área de remanescentes de quilombo em Vila Bela/MT. 2012. (Mestrado em Arqueologia) – Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

CARVALHO, Patrícia. Visibilidade do negro: arqueologia do abandono na comunidade quilombola do Boqueirão, Vila Bela/MT. 2018. (Doutorado em Arqueologia) – Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

CARVALHO, Patrícia. Un cimarrón en Mato Grosso, Brasil: construyendo una mirada afro-centrada em un contexto afrodiaspórico. Revista de Arqueología Histórica Argentina y Latinoamericana, v. 15, n. 2, p. 81-107, 2021.

CARVALHO, Patrícia; SOARES, Alice. “Todo poder ao povo preto”: diálogos sobre práticas colaborativas entre seres em lugares e tempos afrodiaspóricos. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, n. 37, p. 164-177, 2021.

EPPERSON, Terrence. Critical Race Theory and the Archaeology of the African Diaspora. Historical Archaeology, v. 38, n. 1, p. 101-108, 2004.

FOLLMANN, José; PINHEIRO, Adevanir. A categoria raça nas ciências sociais: revisitando alguns processos políticos, sociais e culturais na história do Brasil. Ciências Sociais, v. 49, n. 1, p. 26-29, 2013.

GUIMARÃES, Márcia; OLIVEIRA, Jeanne. Arqueologia do quintal Beneditino: os escravos da religião. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE DE ARQUEOLOGIA BRASILEIRA, 17., 2013. Anais […]. [S. l.]: SAB, 2013. 22 p.

HARTEMANN, Gabby; MORAES, Irislane. Contar histórias e caminhar com ancestrais: por perspectivas afrocentradas e decoloniais na arqueologia. Vestígios, v. 12, n. 2, p. 9-34, 2018.

HATTORI, Márcia. Uma arqueologia das formas de abandono: colonialidade e a construção da cidadania na morte. Cadernos do LEPAARQ, v. 19, n. 37, p. 192-210, 2022.

JESUS, Hudson. Yané rẽdáwa tẽdáwa São Francisco: arqueologia ancestral na Terra Indígena Tupinambá, rio Tapajós, Amazônia. 2022. (Dissertação em Arqueologia) – Programa de Pós-Graduação em Arqueologia, Universidade Federal de Sergipe, Laranjeiras, 2022.

LIMA, Marcia. Desigualdades raciais e políticas públicas: as ações afirmativas no governo Lula. Novos Estudos Cebrap, v. 87, p. 77-95, 2010.

MORAES, Irislane. Do tempo dos pretos d’antes aos povos do Aproaga: patrimônio arqueológico e territorialidade quilombola no vale do rio Capim/PA. 2012. (Dissertação em Antropologia) – Programa de Pós-graduação em Antropologia, Universidade Federal do Pará, Belém, 2012.

MORAES, Irislane. Arqueologia “na flor da terra” quilombola: ancestralidade e movimentos Sankofa no território dos povos do Aproaga, Amazônia Paraense. 2021. (Doutorado em Antropologia) – Programa de Pós-Graduação em Antropologia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2021.

MORAES, Irislane; COSTA, Luciana; JESUS, Luciana. Arqueologia, lugar de fala e conexões afrodiaspóricas: experiências no território quilombola dos povos do Aproaga, Amazônia Paraense. Cadernos do LEPAARQ, v. 19, n. 37, p. 55-74, 2022.

PASSOS, Lara. Prospectando a ciência, sondando arqueopoéticas: a linguagem como campo de disputa política em arqueologia. Vestígios, v. 17, n. 2, p. 193-218, 2023.

PASSOS, Lara. Vive em mim toda Marielle Franco: repressão, resistência, arqueopoesia e a materialidade das vivências de mulheres negras. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, n. 35, p. 79-102, 2020.

PINTO, Elaine. Arqueologia quilombola: os processos de ocupação em Murumurutuba. 2023. Monografia (Graduação em Arqueologia) – Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2023.

PINTO, Rafaela. Estudar a história de um quilombo é uma forma de resistir: estudo de caso, Murumurutuba/PA. 2023. Monografia (Graduação em Arqueologia) – Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2023.

PY-DANIEL, Anne; O’DYWER, Eliane; MORAES, Claide; MOREIRA, Cínthia; PINTO, Rafaela; PINTO, Elaine. Dinâmicas de ocupação da região do Rio Ituqui/Paranã do Maicá, Santarém/PA: 8000 anos até o presente. Revista Arqueologia Pública, v. 18, p. 1-24, 2023.

SILLIMAN, Stephen. Colonialismo na arqueologia histórica: uma revisão de problemas e perspectivas. Cadernos do LEPAARQ, v. 19, n. 37, p. 26-54, 2022.

SINGLETON, Theresa. An Introduction to African-American Archaeology. In: SINGLETON, Theresa. “I, too, am America”: Archaeological Studies of African-American Life. Charlottesville (US): University Press of Virginia, 1999. 17 p.

SOARES, Alice. Experiências afrodiaspóricas na arqueologia: relatos, sensações e emoções em um Brasil do século XXI. 2022. Monografia (Graduação em Arqueologia) –Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, 2022.

SYMANSKI, Luis; GOMES, Denise. Mundos mesclados, espaços segregados: cultura material, mestiçagem e segmentação no sítio Aldeia em Santarém/PA. Anais do Museu Paulista, v. 20, n. 2, p. 53-90, 2012.

WILKIE, Laurie. Black Sharecroppers and White Frat Boys Living Communities and the Appropriation of Their Archaeological Pasts. In: BUCHLI, Victor; LUCAS, Gavin. Archaeologies of the Contemporary Past. New York (US); London (GB): Taylor and Francis e-Library, 2001. cap. 9, 13 p.

Downloads

Publicado

2024-01-31

Como Citar

ROMÁRIO MELO DE JESUS, Hudson. Arqueologia por quilombolas no Brasil: uma narrativa Tupinambá do baixo Tapajós, Santarém. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 37, n. 1, p. 126–136, 2024. DOI: 10.24885/sab.v37i1.1138. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/1138. Acesso em: 24 jun. 2024.