Entre abrigos e lagoas

tecnologia lítica e territorialidade em Lagoa Santa (Minas Gerais, Brasil)

Autores

  • Lucas Bueno LEIA/UFSC

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v25i2.355

Palavras-chave:

Lagoa Santa, Tecnologia Lítica, Holoceno Inicial

Resumo

Neste artigo apresentamos os dados oriundos da análise de um conjunto de sítios localizados no Parque Estadual do Sumidouro, região de Lagoa Santa, centro mineiro. A partir da caracterização tecnológica dos conjuntos líticos associados a cada um desses sítios exploramos os vetores de variabilidade identificados entre eles, principalmente no que se refere à localização diferencial e possível articulação entre os sítios na dinâmica de ocupação da paisagem regional. Entre os sítios enfocados há abrigos sob-rocha – Lapa do Santo e
Lapa das Boleiras - e sítios à beira da Lagoa do Sumidouro, a céu aberto – Coqueirinho e Sumidouro. Apesar de apresentarem evidências para ocupações em diferentes momentos ao longo do Holoceno, centramos nossa análise nos conjuntos líticos associados à ocupação da região durante o Holoceno Inicial, entre 10.000 e 8.000 anos AP. Com base em dados sobre obtenção e circulação da matéria prima, cadeia operatória e composição do conjunto artefatual apresentamos uma hipótese com relação à dinâmica de ocupação e interação entre estes sítios em escalas locais e extra-locais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDREFSKY, W. 1994 Raw material availability and the organization of technology. American Antiquity, 59(1):21-34.

ARAÚJO, A. 2010 Paleoambientes no Brasil e suas implicações arqueológicas. Apresentação no V Simpósio Internacional El Hombre Temprano en America. La Plata, Argetina.

ARAUJO, A. & NEVES, W. (org.) 2010 Lapa das Boleiras. Um sítio Paleoíndio do Carste de Lagoa Santa, MG, Brasil. São Paulo, FAPESP/ANNABLUME.

ARAÚJO, A. & PUGLIESE, F. 2009 The use of non-flint raw materials by paleoindians in eastern South America: a Brazilian perspective.

ARAUJO, A. & FEATHERS, J. 2008 First notice of open-air paleoamerican sites at Lagoa Santa: some geomorphological and paleoenvironmental aspects, and implications for future research. Current Research in the Pleistocene, 25:27-29.

BAMFORTH, D. 1990 Settlemente, raw material, and lithic procurement in the Central Mojave Desert. Journal of Anthropological Archaeology, 9:70-104.

BAMFORTH, D. 1986 Technological efficiency and tool curation. American Antiquity, 51(1):38-50.

BINFORD, L. 1980 Willow smoke and dog’s tails: hunter-gatherer settlement system and archaeological site formation. American Antiquity, 45(1):4-19.

BINFORD, L. 1979 Organization and formation processes: Looking at curated technologies. Journal of Anthropological Research, 35(3):255-273.

BUENO, L. 2010 Tecnologia lítica, cronologia e seqüência de ocupação: o estudo de um sítio a céu aberto na região de Lagoa Santa, MG. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, v.20, no prelo.

BUENO, L. 2007 Organização tecnológica e teoria do design: entre estratégias e características de performance. In Bueno, L. e Isnardis, A. (Orgs.) Das Pedras aos Homens. Tecnologia Lítica na Arqueologia Brasileira. Editora Argvmentvm, Belo Horizonte, p.67-94.

BUENO, L., DEBLASIS, P. & STEELE, J. 2010 The Central Brazilian Plateau in the Late Pleistocene/Early Holocene: occupying South American Continental Interior. In Aldenderfer, M. And Lanata, J. L. (org.) Oxford Handbook of South American Archaeology. Studying Human Diversity from Pleistocene to Colonial Times. Oxpress, New York and London. No prelo.

HAYDEN, B. 1979 Paleolithic reflections. Lithic technology and ethnographic excavation among Australian Aboriginies. Australian Institute of Aboriginal Studies, Canberra, Australia. Humanities Press Inc., New Jersey, USA.

HRDLICKA, A. 1912 Early man in South America. Smithsonian Institution, Bureau of American Ethnology. Bulletin n.52, Washington D.C.

HUBBE, A. 2008 Contextualização taxonômica, tafonômica e morfométrica dos remanescentes ósseos da megamastofauna da Gruta Cuvieri (MG), um sítio paleontológico do Pleistoceno Tardio. Dissertação de Mestrado, Instituto de Biciências, Universidade de São Paulo.

HURT, W. 1960 The cultural complexes from the Lagoa Santa Region, Brazil. American Anthropologist, 62:569-585.

HURT, W. E BLASI, O. 1969 O projeto arqueológico “Lagoa Santa”, Minas Gerais, Brasil. Arquivos do Museu Paranaense, Arqueologia, 4:1-60.

ISNARDIS, A. 2009 Entre as Pedras – as ocupações pré-históricas recentes e os grafismos rupestres da região de Diamantina, Minas Gerais. Tese de doutorado. Museu de Arqueologia e Etnologia/USP, São Paulo.

KOOLE, E. 2007 Pré-história da província cárstica do Alto São Francisco, Minas Gerais: a indústria lítica dos caçadores-coletores arcaicos. Dissertação de Mestrado, Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo.

LAMING-EMPERAIRE, A., PROUS, A., VILHENA DE MORAES, A., BELTRÃO, M. 1975 Grottes et abris de la region de Lagoa Santa, Minas Gerais, Bresil. Cahiers D’Archaeologie D’Amerique du Sud, p.185.

MATTOS, A. 1946 Lagoa Santa man. In Handbook of South American Indians I, The Marginal tribes. Bureau of American Ethnology Bulletin 143:399-400.

MATTOS, A. 1938 Prehistoria Brasileira. São Paulo, Companhia Editora Nacional.

MYERS, A. 1989 Reliable and maintainable technological strategies in Mesolithic of mainland Britain. In Torrence, R. (Ed.) Time, Energy and Stone Tools. Cambridge Universit Press,78-91.

NEVES, W. ET AL 2008 Origens e microevolução do homem na América: uma abordagem paleoantropológica III. Relatório Científico, FAPESP.

NEVES, W. ET AL 2004 Origens e Microevolução do Homem na América: uma abordagem paleoantropológica II. Relatório Científico, FAPESP.

NEVES, W., GONZÁLEZ-JOSÉ, R., HUBBE, M., KIPNIS, R., ARAÚJO, A., BLASI, O. 2004 Early Holocene skeletal remains from Cerca Grande, Lagoa Santa, Central Brazil, and the origins of the first Americans, World Archaeology, 36 (4):479-501.

NEVES, W. E PILÓ, L.B. 2003 Solving Lund’s dilemma: new AMS dates confirm that humans and megafauna coexisted at Lagoa Santa. Current Research in the Pleistocene, 20:57-60.

NEVES, W., PROUS, A., GONZÁLEZ-JOSÉ, R., KIPNIS, R., POWELL, J. 2003 Early Holocene Human skeletal remains from Santana do Riacho, Brazil: Implications for the Settlement of the New World. Journal of Human Evolution 45:19-42.

PROUS, A. 1991 Arqueologia Brasileira. Ed. UnB, Brasília.

PROUS, A. 1991a Santana do Riacho – Tomo I. Arquivos do Museu de História Natural, V 12. PROUS, A., FOGAÇA, E. E RIBEIRO, L. (org.) 1998 Patrimônio Arqueológico. APA de Lagoa Santa – MG. Belo Horizonte, IBAMA/CPRM, p.1-23.

PUGLIESE, F. 2006 Os líticos de Lagoa Santa: um estudo sobre organização tecnológica de caçadores-coletores do Brasil Central. Dissertação de Mestrado, Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo.

SCHLANGER, S. 1992. Recognizing persistent places in Anasazi settlement systems. In: ROSSIGNOL J, WANDSNIDER L. (Eds.), Space, time and Archaeological Landscapes. Plenum Press, New York, pp. 91–112.

SHOTT, M. 1986 Technological Organization and Settlement Mobility: an ethnographic examination. Journal of Anthropological Research, 42:15-51.

SHOTT, M. 1994 Size and form in the analysis of flake debris: review and recent approaches. Journal of Archaeological Method and Theory, 1 (1):69-110.

STRAUSS, A. 2010 As práticas mortuárias dos caçadores-coletores pré-históricos da região de Lagoa Santa (MG): um estudo de caso do sítio arqueológico “Lapa do Santo”. Dissertação de Mestrado, Instituto de Biciências, Universidade de São Paulo.

SULLIVAN, A. E ROZEN, K. 1985. Debitage analysis and archaeological interpretation. American Antiquity, 50: 755-779.

WALTER, H.V. 1958 Arqueologia da região de Lagoa Santa, Minas Gerais. Rio de Janeiro, Sociedade Editora e Gráfica Ltda, p.227.

WEEDMAN, K. 2002 On the Spur of the moment: effects of age and experience on hafted stone scraper morphology. American antiquity, 67(4):731-744.

ZEDEÑO, M. N. 1997 Landscape, land use, and the history of territory formation: an example of the Puebloan Southwest. Journal of Archaeological Method and Theory 4;67-103.

Downloads

Publicado

2012-12-30

Como Citar

BUENO, L. Entre abrigos e lagoas: tecnologia lítica e territorialidade em Lagoa Santa (Minas Gerais, Brasil). Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 62–83, 2012. DOI: 10.24885/sab.v25i2.355. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/355. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo