A proteção do patrimônio arqueológico

motivações, critérios e diretrizes no tombamento de sítios arqueológicos pelo IPHAN

Autores

  • Djalma Guimarães Santiago

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v29i1.451

Palavras-chave:

Patrimônio arqueológico, tombamento de sítios arqueológicos, IPHAN

Resumo

O tombamento é o mais conhecido e tradicional instrumento de proteção do patrimônio cultural utilizado no Brasil. A mais significativa prática da política federal de preservação. No entanto, de um universo de aproximadamente mil e quatrocentos bens tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) desde a sua fundação em 1937, verificamos que apenas oito sítios arqueológicos ou conjunto de sítios foram inscritos no Livro de Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-06-30

Como Citar

SANTIAGO, D. G. . A proteção do patrimônio arqueológico: motivações, critérios e diretrizes no tombamento de sítios arqueológicos pelo IPHAN. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 29, n. 1, p. 219–221, 2016. DOI: 10.24885/sab.v29i1.451. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/451. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Resumo de Tese e Dissertação

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.