O estudo dos instrumentos de pedra

fabricação, utilização e transformação dos artefatos

Autores

  • Paulo Jobim Campos Mello Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v31i2.616

Palavras-chave:

Lítico, Tipologia, Tecnologia

Resumo

Os autores dispensam apresentação: André Prous, especialista em lítico e arte rupestre, trabalhou na UFMG desde a década de 1970, agora aposentado, e Emílio Fogaça, sem dúvida, o maior especialista em lítico do Brasil, falecido precocemente logo após a publicação do presente livro. A obra é composta por duas partes, com um total de 19 capítulos, abrangendo praticamente todos os assuntos relativos à análise de material lítico, passando por temas como fabricação e análise, as matérias-primas, estudo funcional, exemplos etnográficos etc. A falta de um capítulo específico para experimentação é compensada por esse assunto ser visto, de passagem, em outras partes do livro. O livro é extensamente ilustrado, com 136 figuras (incluindo-se as fotografias), o que é muito importante para a exemplificação do texto. Alguma das figuras, no entanto, apresentam pequenas dimensões, o que dificulta a compreensão das mesmas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BOEDA, E., 2006. Levallois: uma construção volumétrica, vários métodos, uma técnica. Canindé, Aracaju. 7:37-77

FOGAÇA, E., 2010. A análise diacrítica dos objetos líticos. Clio, Recife, 18:155-173

INIZAN, M.L.; REDURON, M.; ROCHE, H. & TIXIER, J., 1995. Technologie de la piere taillé. Meudon: CREPE. 199 pp.

Downloads

Publicado

2018-12-30

Como Citar

CAMPOS MELLO, P. J. O estudo dos instrumentos de pedra: fabricação, utilização e transformação dos artefatos. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 31, n. 2, p. 330–333, 2018. DOI: 10.24885/sab.v31i2.616. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/616. Acesso em: 9 ago. 2022.