Considerações metodológicas acerca do estabelecimento de tipologia para as indústrias líticas recentes do Abrigo do Malhador (Januária - MG)

Autores

  • Mônica Carsalad Schlobach

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v8i2.652

Resumo

Analisamos aqui o material lítico proveniente das camadas 0 (Cerâmico Antigo) e 3 (Arcaico) do abrigo do Malhador, a partir da confrontação de dois estudos: o primeiro, de ordem estatística, discute a possibilidade de identicarem-se padrões morfológicos para as lascas inteiras, a partir de três critérios morfométricos (comprimento, largura e espessura). O segundo, tipológico, trata da proposição de grandes grupos de instrumentos. As classes provisórias resultantes de ambos os estudos levam-nos, portanto, a discutir aqui duas características tradicionalmente atribuídas a essas indústrias: a da ausência de padrões morfológicos e a da inexistência de retoques em suas peças

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARBOSA, A.S. O Arcaico cm Goiás. In: Arquivos do Museu de História Natural. Belo Horizonte, Ed. UFMG, 1981-1982.

DIAS & CARVALHO. Discussões sobre o início da agricultura no Brasil. In: Arquivos do Museu de História Natural. Belo Horizonte, Ed. UFMG, 1981-82.

LAMING-EMPERAIRE, A. Guia para o estudo das indústrias líticas (1a América (10 Sul. Centro de Pesquias Arqueológicas da UFPR. Curitiba, 1967.

MILLER JR., T. O. Sugestões para uma tipologia lítica para o interior sul do Brasil. In: Pesquisas, S. Leopoldo, 1968.

PROUS,A. A Lapa do Boquete. Relatório de pesquisas dirigido à FAPEMIG. Mimeo, Belo Horizonte, 1991.

PROUS, A. Arqueologia Brasileira. Ed. UnB, Brasília, 1992.

PROUS, A. As indústrias líticas e cerâmicas no estado de Minas Gerais: dificuldades de interpretação. In: Arquivos do Museu de História Natural, Belo Horizonte, 198 1 -82.

PROUS, A. Os artefatos líticos, elementos descritivos classificatórios. In: Arquivos do Museu de História Natural, Belo Horizonte, 1986-90.

PROUS, A. et alli. Arqueologia do Alto Médio São Francisco: região de Januária e Montalvânia. In: Revista dc Arqueologia, v.2, no. Ed. Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 1984.

SCHLOBACH, M.C. La question de Ia stabilité (les industries lilhi(lltes de / 'Arch(lïque Céramique Ancien au nord dli Minas Gerais (Brésil): approche technologique.. Mimco, Paris, 1992.

TOLEDO, G. L. & OVALLE, 1.1. Estatística Básica. Ed. Alias, Paulo, 1983.

UCHÔA, D. P. & DIAS JR., O. F. O Arcaico. In: CARVALHO, E. A Pesquisa do Passado. Arqueologia no Brasil. Boletim série catálogos no. 3. IAB. Rio de Janeiro, set. 1987.

Downloads

Publicado

1994-12-30

Como Citar

CARSALAD SCHLOBACH, M. Considerações metodológicas acerca do estabelecimento de tipologia para as indústrias líticas recentes do Abrigo do Malhador (Januária - MG). Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 65–86, 1994. DOI: 10.24885/sab.v8i2.652. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/652. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Artigo