Saberes e pesqueiros

Reflexões sobre conhecimento e território na pesca tradicional do sul do Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v34i2.724

Palavras-chave:

pesca, conhecimento, território, navegação

Resumo

O presente artigo propõe uma discussão sobre conhecimento e território como práticas de engajamento centrais para o desenvolvimento da pesca. A partir da literatura socioantropológica, antropológica e arqueológica buscamos entender a relação entre os saberes e os lugares, destacando as experiências de navegação, mestrança e marcação como o modo de construção dos territórios em paisagens vivenciadas e significadas. Trata-se, então, de um percurso teórico sobre essas categorias. Encerramos nossa reflexão propondo que pescadores possam ser entendidos através da relação constante e dialética entre conhecimento e território, e que essa articulação se manifesta no mover-se, mais especificamente por meio da navegação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADOMILLI, Gianpaolo K. Trabalho, meio ambiente e conflito: um estudo antropológico sobre a construção da identidade social dos pescadores do Parque Nacional da Lagoa do Peixe – RS. 2002, Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2002.

ADOMILLI, Gianpaolo K. Terra e mar, do viver e do trabalhar na pesca marítima: tempo, espaço e ambiente junto a pescadores de São José do Norte – RS. Tese (Doutorado em Antropologia Social) Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

BEGOSSI, Alpina. (org). Ecologia de Pescadores da Mata Atlântica e da Amazônia. São Paulo: NUPAUB -USP/HUCITEC/FAPESP/NEPAM-UNICAMP. 322 p. 2004.

BENDER, Barbara. Landscapes on the move. Journal of Social Archaeology, London, v.1, n. 75, p.75-89, jun. 2001.

BERKES, Fikret. Alternatives to conventional management: lessons from small-scale fisheries. Environments. v. 31, n. 1, p. 5-19, 2003.

CÂMARA-CASCUDO, Luís da. Jangada: uma pesquisa etnográfica. São Paulo: Global editora, 2002 [1954].

DAVID, Bruno; THOMAS, Julian. Landscape Archaeology: introduction. In: _____. Handbook of landscape archaeology. Walnut Creek: Left Coast Press. p. 27-43. 2008.

DE MASI, Marco Aurélio. Prehistoric Hunter-gatherers Mobility in the Southern Brazilian Coast. Santa Catarina Island. 1999. Tese (Doutorado em Antropologia). San Francisco, Stanford University, 1999.

DIEGUES, Antônio Carlos. A Pesca no Litoral Sul de São Paulo. 1973. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais), Universidade de São Paulo, São Paulo, 1973.

DIEGUES, Antônio Carlos. Tradition and change in brazilian fishing communities: towards a social anthropology of the sea. In: DIEGUES, A. (Org). Tradition and social change in the coastal communities of Brazil. São Paulo, NUPAUB. p. 1-24. 1997.

DIEGUES, Antônio Carlos. (Org.) A imagem das águas. São Paulo: Hucitec/NUPAUB-USP, 2000.

DIEGUES, Antônio Carlos. A Pesca Construindo Sociedades. São Paulo: NUPAB – USP, 2004.

FIGUTI, Levy. O homem pré-histórico, o molusco e o sambaquis: considerações sobre a subsistência dos povos sambaquianos. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP, n. 3, p. 67-80, 1993.

FORMAN, Shepard. The Raft Fishermen: Tradition and Change in the Brazilian Peasant Economy. Bloomington: Indiana University Press, 1970.

FRANCO, Teresa. Prehistoric fishing activity in Brazil: a summary. In: Plew, M. (ed.) Explorations in American archeology: essays in honor of Wesley R. Hurt. United States of America: University Press of America. p. 7-36, 1998.

GASPAR, Maria Dulce. Aspectos da organização social de um grupo de pescadores, coletores e caçadores: região compreendida entre a Ilha Grande e o delta do rio Paraíba do Sul, RJ. 1991. 2v. Tese (Doutorado em Arqueologia). São Paulo, Universidade de São Paulo, 1991.

GASPAR, Maria Dulce; DEBLASIS, Paulo; FISH.Suzanne; FISH, Paul. Sambaqui (Shell Mound) Societies of Coastal Brazil. In: SILVERMAN, H.; ISBEL, W.I. (Org.). Handbook of South América Archaeology. 1ed.Lisboa: Springer, p. 319-335, 2008.

GEERTZ, Clifford. O Saber Local: novos ensaios em antropologia interpretativa. Petrópolis: Vozes, 1997.

INGOLD, Tim. The Perception of the Environment: Essays on Livelihood, Dwelling and Skill. London: Routledge, 2000.

INGOLD, Tim. Los materiales contra la materialidade. Papeles de trabajo, Buenos Aires, v.7, n. 11, p.19-39, mayo de 2013.

INGOLD, Tim. Estar vivo: ensaios sobre movimento, conhecimento e descrição. Petrópolis: Editora Vozes, 2015.

KNEIP, Andreas; FARIAS, Deisi; DEBLASIS, Paulo. Longa duração e territorialidade da ocupação sambaquieira na laguna de Santa Marta, Santa Catarina. Revista de Arqueologia da Sociedade de Arqueologia Brasileira. Impresso, v. 31, p. 25-51, 2018.

KOTTAK, Conrad. The structure of equality in brazilian fishing community. Columbia: University Press, 1966.

LIMA, Roberto. Pescadores de Itaipu: a pescaria da tainha e a produção ritual da identidade social. Museu Nacional, Rio de Janeiro. 1997[1978].

LIMA, Tania A.; LOPEZ MAZZ, José. M. La emergencia de complejidad entre los cazadores recoletores de la costa atlántica meridional sudamericana. Revista de Arqueologia Americana, México, IPGH, v. 17, 18, y 19, p. 129-175, 1999.

LOPES, M.; BERTUCCI, T.; RAPAGNÃ, L.; TUBINO, R.; MONTEIRO-NETO, C.; TOMAS, A.; TENÓRIO, M. C.; LIMA, T.; SOUZA, R.; CARRILLO-BRICEÑO, J.; HAIMOVICI, M.; MACARIO, K.; CARVALHO, C.; SOCORRO, O. The Path towards Endangered Species: Prehistoric Fisheries in Southeastern Brazil. PLoS ONE, v.11, n. 6, p. 1-36, 2016.

MALDONADO, Simone. Mestres e Mares, espaço e indivisão na pesca marítima. São Paulo: Annablume, 2° edição, 1994.

MALDONADO, Simone. O caminho das pedras: percepção e utilização do espaço marinho na pesca simples. In. DIEGUES, A. C (org). A imagem das águas. São Paulo: Hucitec/NUPAUB-USP, p. 59-68, 2000.

MOURÃO, Fernando. Pescadores do litoral sul do Estado de São Paulo. São Paulo: Hucitec/NUPAUB-USP, 2003[1971].

MUSSOLINI, Gioconda. O Cêrco da Tainha na Ilha de São Sebastião. Sociologia: revista didática e científica, v. 7, n. 3, p. 135-147p., 1945.

MUSSOLINI, Gioconda. O Cêrco Flutuante: uma rede de pesca japonesa que teve na Ilha de São Sebastião como centro de difusão no Brasil. Sociologia: revista didática e científica, v. 8, n. 3, p. 172-183, 1946.

MUSSOLINI, Gioconda. Aspectos da Cultura e da Vida Social no Litoral Brasileiro. Revista de Antropologia, v. 1, n. 2., p. 81-97, 1953.

SAUTCHUK, Carlos Emanuel. Aprendizagem como gênese: prática, skill e individuação. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 21, n. 44, p. 109-139, jul./dez. 2015.

SAUTCHUK, C; SAUTCHUK, João Miguel M. Enfrentando poetas, perseguindo peixes: Sobre etnografias e engajamentos. Mana, v. 20, n.3, p. 575-602, 2014.

SILVA, L. Pescadores da Barra do João Pedro, um estudo etnoarqueológico. 2012. Dissertação (Mestrado em História) Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil, 2012.

SILVA, Lucas. Com vento a lagoa vira mar: uma etnoarqueologia da pesca no litoral norte do RS. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 10, n. 2, p. 537- 547, maio-ago. 2015.

SILVA, Lucas. A fluidez das relações materiais. Uma arqueologia com os pés na água. Revista de Arqueologia - Sociedade de Arqueologia Brasileira, v.32, n.1, p.108-128, 2019.

STURT, Fraser. Local Knowledge is Required: a rythimanalytical approach to the Late Mesolithic and Early Neolithic of the East Anglian Fenland, UK. Journal of Maritime Archeology, v 1, p. 119-139, 2006.

VERÍSSIMO, José. A pesca na Amazônia. Belém: Universidade Federal do Pará, 1970[1895].

WAGNER, Gustavo; SILVA, Lucas. Prehistoric maritime domain and Brazilian shellmounds. Archaeological Discovery, v. 2, n.1, p. 1-5, jan. 2014.

WAGNER, Gustavo; SILVA, Lucas. A pesca e o pescador: por uma haliêutica historicizada. Oficina do Historiador, Porto Alegre, v. 13, n. 1, p. 1-6, jan.- jun. 2020.

WAGNER, Gustavo; SILVA, Lucas; HILBERT, Lautaro. O Sambaqui do Recreio: geoarqueologia, ictioarqueologia e etnoarqueologia. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências. Humanas. Belém, v. 15, n. 2, p. 1-12, 2020.

Downloads

Publicado

2021-05-30

Como Citar

WAGNER, G.; SILVA, L. A. da. Saberes e pesqueiros: Reflexões sobre conhecimento e território na pesca tradicional do sul do Brasil. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 34, n. 2, p. 124–135, 2021. DOI: 10.24885/sab.v34i2.724. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/724. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo