“Nessun Dorma” - A Arqueologia Digital e a atuação do grupo de investigação ARISE em tempos de pandemia

um ensaio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v35i1.954

Palavras-chave:

arqueologia digital, ciberespaço, docência

Resumo

Este ensaio tem como objetivo apresentar minhas reflexões sobre a Arqueologia Digital inserida no contexto da pandemia do Coronavírus. É inegável que o distanciamento social trouxe mudanças para a Academia do mundo e do Brasil: tivemos que nos adaptar (muitas vezes sem o conhecimento adequado). Dessa forma, este texto contém opiniões sobre a forma como os arqueólogos utilizam o ciberespaço da internet para alcançar nosso diálogo com o público em geral, bem como o impacto na prática docente hoje. Para isso, dou como exemplo as ações desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisa CNPq - Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas (ARISE) que, durante a pandemia, tem focado nessas (nem tão) novas mídias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AYCOCK, John. Retrogame Archeology: exploring old computer games. New York: Springer, 2016.

BONACCHI, Chiara; MOSHENSKA, Gabriel. Critical reflections on digital public archaeology. Internet Archaeology 40, 2015. DOI: https://doi.org/10.11141/ia.40.7.1. Acesso em: 15 out. 2021.

CIEJKA, K. Using social media and new technologies in the popularization and promotion of archaeology. In: Chowaniec, R., Więckowski, W. (eds.) Archaeological heritage: methods of education and popularization, ed., 53–57. Oxford: Archaeopress, 2012.

FORTE, Maurizio (ed.) Cyber-Archaeology. Oxford: Archaeopress, BAR, v. 2177, 2010.

GORMAN, Alice. Dr Space Junk vs the Universe: archaeology and the future. Massachusetts, MIT Press, 2019.

GRAHAM, Shawn. Failing gloriously and other essays. Grand Forks: The Digital Press, 2019.

GUNKEL, David J. Robot rights. Massachusetts: MIT Press, 2018.

MOL, Angus A. A.; Csilla E. Ariese-Vandemeulebroucke; Krijn H.J. Boom; Aris Politopoulos (ed.) The interactive past: archaeology, heritage, and video games. Leiden: Sidestone Press, 2017.

MORENO DE SOUSA, João Carlos. Internet Use for Archaeological Education. In: Smith, C. (ed.). Encyclopedia of Global Archaeology. Springer: Cham, 2018. DOI: https://doi.org/10.1007/978-3-319-51726-1_2533-1. Acesso em: 14 out. 2021.

MOURA, Cleberson H. de; MARTIRE, Alex. A Arqueologia e o Digital: algumas ações extensionistas. Revista Extensão (UFRB), v. 20, 2021.

REINHARD, Andrew. Archaeogaming: an introduction to archaeology in and of video games. New York: Berghahn Books, 2018.

ZARANKIN, Andrés; HISSA, Sara; SALERNO, Melissa A.; FRONER, Yacy-Ara; RADICCHI, Gerusa de A., RESENDE DE ASSIS, Luis. G.; BATISTA, Anderson (ed.) Paisagens em branco: arqueologia e antropologia antárticas-avanços e desafios. Vestígios-Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, v. 5, n. 2, p. 11-51, 2011. DOI: https://doi.org/10.31239/vtg.v5i2.10654. Acesso em: 22 jun. 2021.

Downloads

Publicado

2022-01-15

Como Citar

MARTIRE, A. da S. “Nessun Dorma” - A Arqueologia Digital e a atuação do grupo de investigação ARISE em tempos de pandemia: um ensaio. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 35, n. 1, p. 195–204, 2022. DOI: 10.24885/sab.v35i1.954. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/954. Acesso em: 16 ago. 2022.