Dentes humanos avulsos no sítio raso Rio do Meio (Santa Catarina), como chegaram ali?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v36i2.1051

Palavras-chave:

Bioarqueologia, Arqueologia da infância, Litoral de Santa Catarina, Sítio raso

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar os dentes humanos avulsos encontrados no sítio Rio do Meio, localizado na praia de Jurerê, em Florianópolis/SC. Em estudos pretéritos, o sítio foi definido como sítio funcional, com ausência de sepultamentos. Logo, a presença de remanescentes humanos é uma novidade para o assentamento. A série é composta de dezoito dentes decíduos e quatro permanentes, oferecendo base para uma reflexão inicial sobre o papel ocupado pelos subadultos em um sítio considerado de atividades específicas e os possíveis motivos pelos quais esses dentes estariam fora do contexto funerário. Atividades cotidianas e/ou tratamentos post-mortem do corpo humano estão sugeridos como elementos explicativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARDREN, Traci. Studies of Gender in the Prehispanic Americas. Journal of Archaeological Research, v. 16, n. 1, p. 1-35, 2008.

BASS, William. Human Osteology: A Laboratory and Field Manual. 4. ed. Columbia (US): Missouri Archaelogical Society, 1995.

BAXTER, Jane Eva. The Archaeology of Childhood. Annual Review of Anthropology, v. 37, n. 1, p. 159-175, 2008.

BIRD, Douglas W.; BIRD, Rebecca Bliege. The Ethnoarchaeology of Juvenile Foragers: Shellfishing Strategies among Meriam Children. Journal of Anthropological Archaeology, v. 19, n. 4, p. 461-476, 2000.

BROOKS, S.; SUCHEY, J. M. Skeletal Age Determination Based on the Os Pubis: A Comparison of the Acsádi-Nemeskéri and Suchey-Brooks Methods. Human Evolution, v. 5, n. 3, p. 227-238, 1990.

BUIKSTRA, Jane E.; UBELAKER, Douglas. H. (ed.). Standards for Data Collection from Human Skeletal Remains. Fayetteville: Arkansas Archaeological Survey, 1994. (Research Series, 44).

CALCE, Stephanie. E. A New Method to Estimate Adult Age-at-Death Using the Acetabulum. American Journal of Physical Anthropology, v. 148, n. 1, p. 11-23, 2012.

CRAWFORD, Sally; HADLEY, Dawn. M.; SHEPHERD, Gillian (org.). The Oxford Handbook of the Archaeology of Childhood. Oxford (GB): Oxford University Press, 2018.

DI GIUSTO, Marina Nogueira. Os sambaquieiros e os outros: estresse e estilos de vida na perspectiva da longa duração – o caso do litoral sul de Santa Catarina. 2017. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) – Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

DIGANGI, Elizabeth A.; BETHARD, Jonathan D.; KIMMERLE, Erin H.; KONIGSBERG, Lyle W. A New Method for Estimating Age-at-Death from the First Rib. American Journal of Physical Anthropology, v. 138, n. 2, p. 164–176, 2009.

EMBER, Carol R.; CUNNAR, Christiane M. Children’s Play and Work: The Relevance of Cross-Cultural Ethnographic Research for Archaeologists. Childhood in the Past, v. 8, n. 2, p. 87-103, 2015.

ESCÓRCIO, Eliana; GASPAR, Maria Dulce. Indicadores de diferenciação social e de gênero dos pescadores-coletores que ocuparam a região dos Lagos-RJ. Cadernos do LEPAARQ, v. 2, n. 3, p. 46-64, 2005.

ESCÓRCIO, Eliana; GASPAR, Maria Dulce. Um olhar sobre gênero: estudo de caso – sambaquieiros do RJ. Revista de Arqueologia, v. 23, n. 1, p. 72-89, 2010.

FEREMBACH, D.; SCHWINDEZKY, I.; STOUKAL, M. Recommendations for Age and Sex Diagnoses of Skeletons. Journal of Human Evolution, v. 9, n. 7, p. 517-549, 1980.

FIDALGO, Daniel; DIGUSTO, Marina; STABILE, Rafael; ACETO, Beatriz; RODRIGUES, Igor; WESOLOWSKI, Veronica. Por uma bioarqueologia das técnicas corporais. Revista de Arqueologia, v. 34, n. 3, p. 45-65, 2021.

FISCHER, Patricia Fernanda. Os moleques do morro e os moleques da praia: estresse e mortalidade em um sambaqui fluvial (Moraes, vale do Ribeira de Iguape, SP) e em um sambaqui litorâneo (Piaçaguera, Baixada Santista, SP). 2012. Dissertação (Mestrado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/71/71131/tde-28082012-143626/. Acesso em: 19 set. 2022.

FOSSARI, Teresa Domitila. O Salvamento do Sítio Rio do Meio: Projeto Gerenciamento dos Sítios Arqueológicos do Empreendimento Jurerê Internacional. Florianópolis: IPHAN/SC, 1998.

FOSSARI, Teresa Domitila. A população pré-colonial Jê na paisagem da Ilha de Santa Catarina. 2004. Tese (Doutorado) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004.

GASPAR, Maria Dulce et al. Tratamento dos mortos entre os Sambaquieiros, Tupinambá e Goitacá que ocuparam a Região dos Lagos, Estado do Rio de Janeiro. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, n. 17, p. 169-189, 2007.

GASPAR, Maria Dulce; HEILBORN, Maria Luiza; ESCORCIO, Eliana. A sociedade sambaquieira vista através de sexo e gênero. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, n. 21, p. 17-30, 2011.

GILSON, Simon-Pierre; LESSA, Andrea. Ocupação tardia do litoral norte e central catarinense por grupos pescadores-caçadores-coletores: uma revisão crítica do contexto cronológico dos sítios rasos com presença de cerâmica. Revista de Arqueologia, v. 32, n. 2, p. 55-77, 2020.

GILSON, Simon-Pierre; LESSA, Andrea. Arqueozoologia do sítio Rio do Meio (SC): discutindo estilo de vida de pescadores-caçadores-coletores através de uma abordagem ecossistêmica. Revista de Arqueologia, v. 34, n. 1, p. 217-248, 2021a.

GILSON, Simon-Pierre; LESSA, Andrea. Capture, processing and utilization of sharks in archaeological context: Its importance among fisher-hunter-gatherers from southern Brazil. Journal of Archaeological Science: Reports, v. 35, 102693, 2021b.

GILSON, Simon-Pierre; LESSA, Andrea. Dinâmica de ocupação do sítio Rio do Meio: análise estratigráfica e espacial de um assentamento diferenciado na paisagem da ilha de Santa Catarina/SC. Cadernos do LEPAARQ, v. 18, n. 35, p. 126-145, 2021c.

GOMIDE, M. Sistematização de critérios para diagnóstico diferencial entre paleopatologias e sinais de alterações análogas: Fundamentos teórico-metodológicos. Tese (Doutorado) – Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública, Rio de Janeiro, 1999.

GONDIM, Letícia da Silva; SCHERER, Luciane Zanenga; GILSON, Simon-Pierre Noël Robert. Gestão de acervo arqueológico herdado: Rio do Meio, um estudo de caso. Revista de Arqueologia Pública, v. 11, n. 2, p. 83-97, 2017.

HALCROW, Siân E.; TAYLES, Nancy. The Bioarchaeological Investigation of Childhood and Social Age: Problems and Prospects. Journal of Archaeological Method and Theory, v. 15, p. 190-215, 2008.

HALCROW, Siân E.; TAYLES, Nancy. The Bioarchaeological Investigation of Children and Childhood. Em: AGARWAL, Sabrina C.; GLENCROSS, Bonnie A. (org.). Social Bioarchaeology. Oxford (GB): Wiley-Blackwell, 2011. p. 333-360.

LEWIS, Mary E. Bioarchaeology of Children: Perspectives from Biological and Forensic Anthropology. Cambridge (GB): Cambridge University Press, 2006.

LILLEHAMMER, Grete. Archaeology of Children. Complutum, v. 21, n. 2, p. 15-45, 2010.

LILLEHAMMER, Grete. 25 Years with the ‘Child’ and the Archaeology of Childhood. Childhood in the Past, v. 8, n. 2, p. 78-86, 2015.

MANIFOLD, Bernadette M. The Representation of Non-Adult Skeletal Elements Recovered from British Archaeological Sites. Childhood in the Past, v. 3, n. 1, p. 43-62, 2010.

MAYS, Simon et al. Child Bioarchaeology: Perspectives on the Past 10 Years. Childhood in the Past, v. 10, n. 1, p. 38-56, 2017.

MENDONÇA DE SOUZA, Sheila M. F. Estresse, doença e adaptabilidade: Estudo comparativo de dois grupos pré-históricos em perspectiva biocultural. 1995. Tese (Pós-doutorado) – Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 1995.

NEUBAUER, Fernanda. A Brazilian child is born: introduction to the thematic issue in the archaeology of childhood. Revista de Arqueologia, v. 31, n. 2, p. 2, 2018.

NEUBAUER, Fernanda; SCHAEFER, Michael J. The Feminist Critique: Incorporating Gender, Childhood and Identity in Archaeological Research. Revista de Arqueologia, v. 30, n. 2, p. 145-161, 2017.

PASSALACQUA, Nicholas V. Forensic Age-at-Death Estimation from the Human Sacrum. Journal of Forensic Sciences, v. 54, n. 2, p. 255-262, 2009.

PEZO-LANFRANCO, Luis; DEBLASIS, Paulo; EGGERS, Sabine. Weaning Process and Subadult Diets in a Monumental Brazilian Shellmound. Journal of Archaeological Science: Reports, v. 22, p. 452-469, 2018.

SCHMITT, Aurore. Une nouvelle méthode pour estimer l’âge au décès des adultes à partir de la surface sacro-pelvienne iliaque. Bulletins et mémoires de la société d’anthropologie de Paris, v. 17, n. 1/2, p. 89-101, 2005.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Perspectivismo e multinaturalismo na América indígena. In: VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. A inconstância da alma selvagem. Cosac Naify, 2002. p. 225-254.

WESOLOWSKI, Verônica. A prática da horticultura entre os construtores de Sambaquis e acampamento litorâneos da região da baía de São Francisco, Santa Catarina: uma abordagem Bio-Antropológica. 2000. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

YAŞAR İŞCAN, M.; LOTH, Susan R.; WRIGHT, Ronald K. Metamorphosis at the Sternal Rib End: A New Method to Estimate Age at Death in White Males. American Journal of Physical Anthropology, v. 65, n. 2, p. 147-156, 1984a.

YAŞAR İŞCAN, M.; LOTH, Susan R.; WRIGHT, Ronald K. Age Estimation from the Rib by Phase Analysis: White Males. Journal of Forensic Sciences, v. 29, n. 4, p. 1094-1104, 1984b.

YAŞAR İŞCAN, M.; LOTH, Susan R.; WRIGHT, Ronald K. Age Estimation from the Rib by Phase Analysis: White Females. Journal of Forensic Sciences, v. 30, n. 3, p. 853-863, 1985.

ZAMBRANO, Carlos J. Evaluation of Regression Equations used to Estimate Age at Death from Cranial Suture Closure. Tese (Mestrado) – University of Indianapolis, Indianapolis (US), 2005.

Downloads

Publicado

2023-05-25

Como Citar

GILSON, Simon-Pierre; SCHERER, Luciane Zanenga; OLIVEIRA, Rodrigo Elias. Dentes humanos avulsos no sítio raso Rio do Meio (Santa Catarina), como chegaram ali? . Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 36, n. 2, p. 152–165, 2023. DOI: 10.24885/sab.v36i2.1051. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/1051. Acesso em: 24 set. 2023.

Edição

Seção

Artigo