O projeto sítio-escola Guará e a Iniciação à Pesquisa Arqueológica

Autores

  • Carvalho H B. Universidade de Goiás
  • Duran S,C.P Universidade de Goiás
  • Damasio LM Universidade de Goiás
  • Lima G. Universidade de Goiás
  • Péclat G.T.S.C Universidade de Goiás
  • Santos, G.A Universidade de Goiás
  • Silva, KL Universidade de Goiás
  • Telles, MA Universidade de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v8i2.654

Resumo

O projeto tem por finalidade despertar a vocação de alunos de graduação para a arqueologia, aprimorando a sua formação acadêmica por meio da pesquisa de campo e de laboratório, bem como atender a necessidade da pesquisa arqueológica no Brasil Central. A natureza multicomponencial do sítio arqueológico Guará I — uma aldeia de agricultores ceramistas dos primeiros contatos — permite, a partir da análise espacial dos aspectos tecnológicos e morfológicos, evidenciar uma possível hierarquização interna (divisão de trabalho, relações intra e extra comunitárias, acessos diferenciados a recursos etc.) e ainda testar a hipótese de uma reocupação de uma simbiose por ocasião das pressões exercidas pela expansão da sociedade colonial. A pesquisa etno-histórica, por meio da documentação e da tradição oral, contribuirá adicionalmenle na compreensão dos processos de fricção interétnica e da posterior ocupação da área pela sociedade brasileira, marcando o caráter interdisciplinar e interdepartamental do projeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARNOLD, D.E., Ceramic and Cultural Process. New Studies in Alchaeology. (la. ed. 1985). 1988

CHAlM, M. M. , Os aldeamentos indígenas na Capitania de Goiás. Editora Oriente, Goiânia. ] 974

DOLES, D. E. M., As comunicações fluviais pelo Tocantins e Araguaia no sécu/o XIX. Ed. (la Universidade Fedral de Goiás. Goiânia. 1972

FLANNERY, K. V., Culture history v. cultural process: a debate in American archaeology. M. P. Leone (ed.), Contemporary Archaeology, pp. 102-107. Southern Illinois University Press, London & Amsterdam. 1972

HALLEY, D.J., Use alteration ol' pottery vessel surfaces: an important source of evidence for the identification of vessel function. North American Archaeologist 4:326. 1972

HIGGS, E. (ed.), Paleoeconomy. Cambridge University Press. Cambridge. 1972

LAMINGEMPERA[RE, A., . para 0 estu,lo indústrias líticas A,nérica (10 Sul. Centro de ensino e Pesquisaa Arqueológicas. Curitiba. 1972

LINNÉ, S., Contribuitión a l'elude de la ceramique sudamericaine. Revista del Instituto de Etnologia 11:199-232. Univerisdad Nacional de Tucuman. 1972

NIMUENDAJU, C., Mapa etnohistórico de Curt Nimuendaju. Fundação Instituto Brasileiro de Geograria, Rio de Janeiro. 1972

RICE, P.M., Pottery Analysis. A Sourcebook. The University of Chicago Press, 1972 ROPER, D. C., The method and theory or sile catchment analysis: a review. M. B. Schiffer (cd.), Advances in Archaeological Method and Theorv 2:120-140. Academic Press. New Yolk, Inc. 1972

R Y E, O. S., PotterY Technalogy. Princip/es and Reconstruction. Manti(lls on Archaeologv, 4. Taraxacum, Washi112ton. 1972

SCHIFFER, M.B. & J M. SKIBO, A design for analysis ai Grasshopper Pueblo. G. Bronilsky (ed.), Pottery Technologv.• Ideas and Approaches. Weslview Press, Boulder, Colorado, pp. 1 83-205. 1972

SCHMITZ, P. 1., l. wÜs rr, S. M. copÉ & U. E. THIES, Arqueologia do de Goiás Uma fronteira de horticultores indígenas no Centro do Brasil. Pesquisas, Série Antropologia 33. Instituto Anchietano de Pesquisas, São Leopoldo.

SHEPARD, A.O., Ceramics .fi„• the Carnegie oi' Washington. Publication 609. 1972

SINOPOLI, C.M. . Ceramics. Pllhlishing, New London. 1972

SKIBO, J.M. Potterv Funciion. A Perspective. Plenum Press, New York, London. 1 972

STEWARD, J. & L. C. FARON, Native Peoples South

TRIGGER, G.B., Einohistori(l.• Ploblemas v Perspecm,as. Instituto dc In lógicas y Museu Universidade Nacional de San Juan, Ar o enlina (tradução do ilnglês) 1972

WUST, I., A cerâmica de At•uan õd. Anuário de Científica Universidade Católica de Goiás. Goiânia. 1972

WUST, I., Aspectos da ocupação pré-colonial em Ilma área do Mato Grosso de Goiás. Tentativa de Análise Espacial. Dissertação de Mestrado. Universidade Paulo. Paulo (não publicado). 1972

Downloads

Publicado

1994-12-30

Como Citar

H B., C.; S,C.P, D. .; LM, D.; G. , L. .; G.T.S.C, P. .; G.A, S. .; KL, S. .; MA, T. . O projeto sítio-escola Guará e a Iniciação à Pesquisa Arqueológica. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 99–110, 1994. DOI: 10.24885/sab.v8i2.654. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/654. Acesso em: 7 out. 2022.

Edição

Seção

Artigo