A formação da coleção arqueológica do Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo e as práticas de gestão implementadas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v33i3.872

Resumo

Este artigo apresenta aspectos sobre a trajetória que resultou na formação da Coleção Arqueológica sob guarda do Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo, órgão da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, e sobre as estratégias de gestão relacionadas à salvaguarda do acervo, relacionadas às áreas da arqueologia, conservação e museologia, desde seu início em 1993.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, Clarice da Silva. Quando ela pinta as unhas: vestígios arqueológicos da mulher moderna na Porto Alegre dos anos 1940. TCC (Curso de Especialização em Arqueologia e Patrimônio) – PUCRS, Porto Alegre, 2017.

BALLARDO, Luciana Oliveira Messeder. Documentação museológica: a elaboração de um sistema documental para acervos arqueológicos e sua aplicação no Laboratório de Estudos e Pesquisas Arqueológicas. Dissertação (Mestrado em Patrimônio Cultural) – UFSM, Santa Maria, 2013.

BARETTA, Jocyane Ricelly. Beleza, vaidade e estética através da cultura material na Porto Alegre oitocentista. TCC (Bacharelado em História) – ULBRA. Canoas, 2009, 107p.

BARETTA, Jocyane Ricelly. Arqueologia e a construção de memórias materiais da ditadura militar em Porto Alegre/RS (1964/1985). Dissertação (Mestrado em História) – UNICAMP. Campinas, 2015, 193p.

BARETTA, Jocyane Ricelly. Uma arqueologia do inferno. Misoginia e feminização através do aparato material da Ditadura em Porto Alegre/RS (1964/1985). Tese (Doutorado em Arqueologia) – UFPel, Pelotas, 2020.

BAUER, Leticia Brandt. Museu de quem? Museu para quem? Experiências do Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo. Anais da Semana dos Museus da UFPel. 2015/2016/2017, Pelotas: Editora da UFPel, 2018, p. 148-155.

BITENCOURT, Daiane Brum. Para sua saúde e vigor: práticas de cura e medicamentos populares em Porto Alegre (1776-1936). Dissertação (Mestrado em História) – PUCRS. Porto Alegre, 2011, 154p.

BRANCHELLI, Fabiano Aiub. Vida material e econômica da Porto Alegre oitocentista. Dissertação (Mestrado em História) - PUCRS. Porto Alegre, 2007.

CARLE, Cláudio. Assentamentos negros no Rio Grande do Sul. A organização espacial dos assentamentos de ocupação tradicional de africanos e descendentes no Rio Grande do Sul, nos séculos XVIII e XIX. Tese (Doutorado em Arqueologia) – PUCRS. Porto Alegre, 2005.

CAZZETTA, Miriam. Arqueologia e Planejamento Urbano. Anais do 1º Congresso Latino-Americano sobre a Cultura Arquitetônica e Urbanística. Porto Alegre, 1991 p.190-196.

COMPANY, Zeli Teresinha. Procurando bem todo mundo tem pereba: práticas e recursos de cura a partir da cultura material na Porto Alegre do século XIX (1815-1898). Tese (Doutorado em História) – PUCRS. Porto Alegre, 2011, 284p.

COSTA, Carlos Alberto Santos. Proposta de instrumento documental museológico complementar para as coleções arqueológicas do MAE/UFBA. Revista Eletrônica Jovem Museologia: estudos sobre museus, museologia e patrimônio, n.4, 2007. 20p.

COSTA, Carlos Alberto Santos. A materialidade de uma relação interdisciplinar. Revista Museu. Postado em 30 de dezembro de 2008 13:26 por Editoria RM, 2008.

FRAGA, Rodrigo Garcia. A ocupação do século XX: um novo olhar sobre o Solar Lopo Gonçalves. Dissertação (Mestrado em História) – UFGRS, Porto Alegre, 2017.

FRONER, Yaci-Ara; SOUZA, Luiz Antônio Cruz. Preservação de bens patrimoniais: conceitos e critérios. Tópicos em Conservação Preventiva – 3. Belo Horizonte:LACICOR-EBA-UFMG, 2008. 22p.

JULIANI, Lucia de Jesus de C. A cartografia arqueológica como instrumento de planejamento urbano: o caso de São Paulo. Anais do 4º Encontro Nacional de Estudos sobre o Meio Ambiente. Cuiabá: ICHS- UFMT, 1993.

LAZZAROTTI, Marcelo dos Santos. 2013. Arqueologia da margem. Porto Alegre: a formação de uma cidade portuária (do século XVIII a meados do século XIX). Dissertação (Mestrado em História) - PUCRS. Porto Alegre, 254p.

LEAL, Ana Paula da Rosa. Musealização da Arqueologia: Documentação e Gerenciamento no Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade Federal do Paraná. TCC (Bacharelado em Museologia) - UFPel, Pelotas, 2011.

LEAL, Ana Paula da Rosa. Arqueologia, Museologia e Conservação: Documentação e Gerenciamento da Coleção proveniente do Sítio Santa Bárbara (Pelotas-RS). Dissertação (Mestrado em Antropologia) – UFPel, Pelotas, 2014.

LIMA, Silvia Cunha. A conservação de cerâmicas arqueológicas da Amazônia. Cerâmicas arqueológicas da Amazônia: rumo a uma nova síntese / Cristiana Barreto, Helena Pinto Lima, Carla Jaimes Betancourt, organizadoras. Belém: IPHAN/MINC, 2016, p. 543-550.

LIMA, Tania Andrade; RABELLO, Angela Maria C. Coleções arqueológicas em perigo: o caso do Museu Nacional da Quinta da Boa Vista. In: Patrimônio Arqueológico: o desafio da preservação / Tania Andrade Lima organizadora. Revista do Patrimônio, n. 33, 2007, p.245-273.

MORAES WICHERS, Camila A. de. Museus e Antropofagia do Patrimônio Arqueológico: (des) caminhos da prática brasileira. Tese (Doutorado em Museologia) - Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa, 2010.

MORAES, Gabriela Longo. Cerâmica Histórica: algumas considerações. Estudo de caso da coleção cerâmica do sítio Solar Lopo Gonçalves, RS.JA-04. TCC (Bacharelado em Arqueologia). - FURG, Rio Grande, 2015, 57p.

NUNES, Daniel Minossi. Nos bares, cafés e restaurantes de Porto Alegre: cultura material e o ideário moderno em meados do século XX. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – UFPel. Pelotas, 2014, 199p.

OLIVEIRA, Alberto Tavares Duarte de. Um Estudo em Arqueologia Urbana: a carta de potencial arqueológico do Centro Histórico de Porto Alegre. Dissertação (Mestrado em História) - PUCRS. Porto Alegre, 2005, 242p.

OLIVEIRA, Alberto; TOCCHETTO, Fernanda; BARROSO, Vera L. M.; COMPANY, Zeli T. A Arqueologia vai ao Hospital. Pesquisa arqueológica para a implantação do Centro Histórico-Cultural Santa Casa. Porto Alegre: Faculdade Porto-Alegrense/ISCMPA, 2009, 95p.

PEDERSOLI JR, José Luiz;. MATTOS, Lorete. O gerenciamento de riscos em acervos. Preservação de Patrimônio Cultural. Porto Alegre: Museu da UFRGS, Setor de Patrimônio Histórico da UFRGS, Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Associação de Conservadores e Restauradores de Bens Culturais do Rio Grande do Sul, 2013.

POSSAMAI, Zita Rosane. Nos bastidores do Museu: Patrimônio e passado da cidade de Porto Alegre. Porto Alegre: EST edições, 2001.

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE/ SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA. Regimento interno do Museu de Porto Alegre Joaquim José Felizardo. Diário Oficial do Município de Porto Alegre. Disponível em: http://dopaonlineupload.procempa.com.br/dopaonlineupload/364_ce_27228_3.pdf. Acesso: 14 nov. 2017.

RAMOS, Rafaela Nunes. Políticas de preservação para acervos arqueológicos. Cadernos do LEPAARQ – Textos de Antropologia, Arqueologia e Patrimônio. V. VIII, n°15/16. Pelotas, RS: Editora da UFPEL, 2011, p. 11-26.

RIBEIRO, Diego Lemos. A Musealização da Arqueologia: um estudo dos Museus de Arqueologia do Xingó e do Sambaqui de Joinville. Tese (Doutorado em Arqueologia) – MAE/USP, São Paulo, 2012.

SALLÉS, Jaime Mujica; TOCCHETTO, Fernanda Bordin; DODE, Susana dos Santos; SOUZA, Taciane Silveira; SILVA, Fabio Barreto da; DUTRA, Márcia Regina Ribeiro; MEDEIROS, Eneri James Borges; ALVES, Clarice da Silva; DOMINGUES, Bibiana Santos. Protocolo de ingresso de acervos arqueológicos em instituições de guarda e pesquisa: uma proposta do Lâmina/UFPel e do Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo – RS. Rev. Arqueologia Pública, Campinas, SP v.11 n.2 p. Novembro/2017.

SANTOS, Adriana Maria Pereira dos. A Conservação dos Acervos no Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville – MASJ. Cadernos do CEOM - Museus: pesquisa, acervo, comunicação. Ano 18, n. 21. p. 227-242, 2014.

SANTOS, Paulo Alexandre da Graça. Contentores de bebidas alcoólicas: usos e significados na Porto Alegre oitocentista. Dissertação (Mestrado em História) - PUCRS. Porto Alegre, 2005, 242p.

SANTOS, Paulo Alexandre da Graça. Mensagens nas garrafas: o prático e o simbólico no consumo de bebidas em Porto Alegre (1875-1930). Tese (Doutorado em História) – PUCRS. Porto Alegre, 2009, 296p.

SOUZA, Luiz Antônio Cruz; FRONER, Yaci-Ara. Reconhecimento de materiais que compõe acervos. Tópicos em Conservação Preventiva – 4. Belo Horizonte:LACICOR-EBA-UFMG, 2008. 31p.

SOUZA, Luiz Antônio Cruz; ROSADO, Alessandra; FRONER, Yaci-Ara (organização). Roteiro de Avaliação e Diagnóstico em Conservação Preventiva. Tópicos em Conservação Preventiva – 1. Belo Horizonte:LACICOR-EBA-UFMG, 2008. 43p.

SYMANSKI, Luis Cláudio P. Espaço privado e vida material em Porto Alegre no século XIX. Porto Alegre. EDIPUCRS, 1998, 276p.

TATSCH, Juliana Pozzo. Arqueologia da escravidão em um sítio rural na Porto Alegre oitocentista: as relações espaciais e materiais no sítio RS.JA-74. Dissertação (Mestrado em Antropologia) – UFPel. Pelotas, 2015, 143p.

TEMIÑO, Ignácio R. Arqueologia Urbana em España. Barcelona: Editorial Ariel, 2004.

THIESEN, Beatriz V. As paisagens da cidade: Arqueologia da área central da Porto Alegre do século XIX. Dissertação (Mestrado em História) – PUCRS. Porto Alegre, 1999, 344p.

THIESEN, Beatriz V. Fábrica, identidade e paisagem urbana: arqueologia da Bopp Irmãos (1906-1924). Tese (Doutorado em História) – PUCRS. Porto Alegre, 2005, 272p.

TOCCHETTO, Fernanda Bordin; SYMANSKI, Luis Cláudio Pereira; SANTOS, Shirlei Martins dos. Programa de Arqueologia Urbana do Município de Porto Alegre, RS. Revista do CEPA, v.23, n.30 (jul.-dez.1999), Santa Cruz do Sul: Editora da UNISC, 2000, p.75-101.

TOCCHETTO, Fernanda; SYMANSKI, Luis C.; OZÓRIO, Sergio R.; OLIVEIRA, Alberto T. D. de; CAPPELLETTI, Angela M. A faiança fina em Porto Alegre: vestígios arqueológicos de uma cidade. Porto Alegre: Unidade Editorial da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, 2001, 168p.

TOCCHETTO, Fernanda B. Fica dentro ou joga fora? Sobre práticas cotidianas em unidades domésticas na Porto Alegre oitocentista. Tese (Doutorado em História) – PUCRS, Porto Alegre, 2004, 325p.

TOCCHETTO, Fernanda. Fica dentro ou joga fora? Sobre práticas cotidianas na Porto Alegre moderna oitocentista. São Leopoldo: Oikos, 2010.

TOCCHETTO, Fernanda B. O Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo e sua atuação na arqueologia da cidade. Gerenciamento do patrimônio cultural no âmbito do licenciamento ambiental em Porto Alegre [recurso eletrônico] : o componente arqueológico / [organização] Luiz Antônio Bolcato Custódio. Porto Alegre: Editora da Cidade, 2016, p. 33-44.

TOLEDO, Grasiela Tebaldi. Musealização da Arqueologia e Conservação arqueológica: experiências e perspectivas para a preservação patrimonial. Tese (Doutorado em Arqueologia) – MAE/USP, São Paulo, 2017.

VASCONCELOS, Mara Lúcia Carrett de. O conservador na gestão de acervos arqueológicos: um estudo de caso do sítio Guarani PS-03 Totó (RS-Brasil). TCC (Bacharelado em Conservação e Restauro de Bens Culturais Móveis) – UFPel, Pelotas, 2011.

Downloads

Publicado

2020-12-28

Como Citar

TOCCHETTO, F. B. A formação da coleção arqueológica do Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo e as práticas de gestão implementadas. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 33, n. 3, p. 419–435, 2020. DOI: 10.24885/sab.v33i3.872. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/872. Acesso em: 7 ago. 2022.