Dinamitando um sítio arqueológico

Autores

  • Djalma Guimarães Santiago

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v29i1.454

Palavras-chave:

Lagoa Santa, Destruição

Resumo

Tendo em vista os laços entre a prática arqueológica e a prática preservacionista, onde o objeto de estudo do arqueólogo é, também e ao mesmo tempo, patrimônio cultural, ao buscar a proteção dos sítios arqueológicos enquanto bens culturais que são, em um passado recente, arqueólogos encaminharam pedidos de tombamento de sítios ao Iphan estando pautados por uma chamada “retórica da perda”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-06-30

Como Citar

SANTIAGO, D. G. . Dinamitando um sítio arqueológico. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 29, n. 1, p. 224–225, 2016. DOI: 10.24885/sab.v29i1.454. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/454. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Documento Inédito