Entre rios, dunas, lagoas e o mar

Arqueologia Guarani no litoral sul de Santa Catarina

Autores

  • Josiel dos Santos Universidade do Extremo Sul Catarinense
  • Rafael Guedes Milheira Universidade Federal de Pelotas
  • Juliano Bitencourt Campos Universidade do Extremo Sul Catarinense

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v30i1.501

Palavras-chave:

Guarani, Ocupação litorânea Guarani, Litoral sul catarinense

Resumo

Este artigo trata da ocupação Guarani no litoral sul de Santa Catarina, na região entre os rios Mampituba e Urussanga, cujo contexto ambiental é caracterizado por uma dinâmica cambiante de dunas, paleodunas, rios de pequeno e médio porte, lagoas quaternárias e o oceano Atlântico. A partir do estudo de 36 sítios arqueológicos, em uma perspectiva ecológica e sistêmica, apontamos as evidências materiais que indicam as diferentes estratégias de organização do espaço (aldeias, acampamentos e áreas funerárias) dentro de um território de domínio. Buscamos, ainda, refletir sobre o processo de ocupação e abandono desses assentamentos tardios, inseridos no contexto altamente conflitivo do aprisionamento de indígenas no início da colonização europeia no século XVI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-06-30

Como Citar

SANTOS, J. dos .; GUEDES MILHEIRA, R. .; CAMPOS, J. B. . Entre rios, dunas, lagoas e o mar: Arqueologia Guarani no litoral sul de Santa Catarina. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 30, n. 1, p. 28–55, 2017. DOI: 10.24885/sab.v30i1.501. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/501. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo