Tecnologia de ponta a ponta

em busca de mudanças culturais durante o Holoceno em indústrias líticas do Sudeste e Sul do Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v32i1.637

Palavras-chave:

Evolução Cultural, Tecnologia Lítica, Paleoíndio, Arqueologia Experimental, Tradição Umbu

Resumo

O modelo conhecido como “Tradição Umbu”, anteriormente proposto para entendimento da ocupação humana inicial das regiões Sudeste e Sul do Brasil e que ainda engloba o Uruguai e áreas adjacentes da Argentina e Paraguai, parte da hipótese de que todas as coleções arqueológicas desta área seriam culturalmente homogêneas. Essa suposta homogeneidade cultural levou à definição de uma única cultura arqueológica a partir da identificação de pontas líticas pedunculadas. No entanto poucos trabalhos buscaram testar essa hipótese. Partindo disso, o objetivo principal dessa pesquisa foi verificar a validade de tal hipótese a partir da análise das coleções líticas de sítios localizados na suposta área de abrangência da Tradição Umbu e que apresentam pontas pedunculadas através de um protocolo de análise tecnológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-06-25

Como Citar

MORENO DE SOUSA, J. C. Tecnologia de ponta a ponta: em busca de mudanças culturais durante o Holoceno em indústrias líticas do Sudeste e Sul do Brasil. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 32, n. 1, p. 222–224, 2019. DOI: 10.24885/sab.v32i1.637. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/637. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Resumo de Tese e Dissertação