Territórios em disputa

o papel da pesquisa etnoarqueológica nos estudos de identificação e delimitação das terras indígenas Guarani Ñandeva no sudeste do Estado de São Paulo

Autores

  • Robson Rodrigues

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v26i1.371

Palavras-chave:

Guarani Ñandeva, Território, São Paulo

Resumo

Em diferentes períodos históricos as terras da região sudeste paulista eram habitadas por populações indígenas Guarani e que durante o processo de colonização foram transferidas para a Terra Indígena Araribá, município de Avaí, região de Bauru, centro oeste do estado, local da criação de um dos primeiros aldeamentos ofciais do SPI. O próprio deslocamento Guarani pelo seu Território demonstra que eles sempre foram da região estudada e que não chegaram por acaso ao local. As migrações aconteciam anteriormente à chegada dos europeus, constituindo-se em aspectos próprios da cultura Guarani. O que se pretende desenvolver nesse artigo é o entendimento de aspectos da dinâmica de ocupação Guarani Ñandeva no vale do rio Itararé, além de informações sobre o grupo no que diz respeito a dados etnoarqueológicos sobre a ocupação das terras indígenas, tendo em vista os aspectos culturais, espaciais e temporais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-06-30

Como Citar

RODRIGUES, R. . Territórios em disputa: o papel da pesquisa etnoarqueológica nos estudos de identificação e delimitação das terras indígenas Guarani Ñandeva no sudeste do Estado de São Paulo. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 26, n. 1, p. 96–111, 2013. DOI: 10.24885/sab.v26i1.371. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/371. Acesso em: 15 ago. 2022.