Longa duração e territorialidade da ocupação sambaquieira na laguna de Santa Marta, Santa Catarina

Autores

  • Andreas Kneip Universidade Federal do Tocantins
  • Deisi Farias Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Paulo DeBlasis Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v31i1.526

Palavras-chave:

Sambaquis, territorialidade e organização social, análise exploratória de dados

Resumo

Este trabalho versa sobre a ocupação da região da laguna de Santa Marta, litoral sul catarinense, por grupos construtores de sambaquis. O período considerado vai aproximadamente de 7.5 a 0.9 cal ka aP, ao longo do qual a região esteve continuamente ocupada pelos grupos sambaquieiros. O resultado mostra que a dinâmica do processo de construção de sambaquis na região pode ser dividida em fases, uma de expansão, entre 7.5 e 3.0 ka aP, e outra de retração, de 3.0 a 0.9 ka aP. Ao longo de todo o período percebe-se um padrão de agregação dos sítios, com a região sendo particionada e compartilhada por vários focos de ocupação. Este padrão de territorialidade se manteve ao longo do tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMARAL, P. G. C., GIANNINI, P. C.F., SYLVESTRE, F., PESSENDA, L. C. R. 2012. Paleoenvironmental reconstruction of a late Quaternary lagoon system in southern Brazil (Jaguaruna region, Santa Catarina state) based on multi-proxy analysis. Journal of Quaternary Science 27(2):181-191. ISSN 0267-8179.

ANGULO, R. J., GIANNINI, P. C. F., SUGUIO, K. & PESSENDA, L. C. R. 1999. Relative sea-level changes in the last 5500 years in southern Brazil (Laguna-Imbituba region, Santa Catarina State) based on vermetid 14C ages. Marine Geology 159:323–339.

ANGULO, R., LESSA, G.C. , SOUZA, M.C. 2005. A critical review of mid- to late-Holocene sea level fluctuations on the eastern Brazilian coastline. Quaternary Science Reviews 25:486–506.

ASSUNÇÃO, D. C. & DEBLASIS, P. 2007. Em busca do contexto regional: levantamento arqueológico na paleolaguna de Santa Marta, litoral sul de Santa Catarina. In: Cappelletti, Angela Maria, Deisi S. E. Farias, Fúlvio V. Arnt & Marcus Vinicius Beber (orgs.) Anais do V Encontro do Núcleo Regional da SABsul. Edição digital, 3 p. Rio Grande/RS.

ATTORRE, T. 2015. Por uma arqueologia marginal: as ocupações peri-sambaquieiras no entorno do sambaqui Figueirinha II, Jaguaruna-SC, examinadas através do radar de penetração de solo. Dissertação de Mestrado, MAE-USP.

BADDELEY, A. & TURNER, R. 2005. Spatstat: an R package for analysing spatial point patterns. Journal of Statistical Software 12(6):1–42.

BECK, A. 1972. A variação do conteúdo cultural dos sambaquis do litoral de Santa Catarina. Tese de doutorado, FFLCH-USP.

BELÉM, F. 2012. Do seixo ao zoólito. A indústria lítica dos sambaquis do sul catarinense: aspectos formais, tecnológicos e funcionais. Dissertação de Mestrado, MAE-USP.

BIANCHINI, G. F., GASPAR, M.D., DEBLASIS, P. & SCHEEL-YBERT, R. 2011. Processos de formação do sambaqui Jabuticabeira II: interpretações através da análise estratigráfica de vestígios vegetais carbonizados. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia 21:51-69, São Paulo.

BIGARELLA, J. J. 1951. Contribuição ao estudo dos sambaquis no estado do Paraná (I e II). Arquivos de Biologia e Tecnologia V e VI:231-314. Curitiba.

BIVAND, R., KRUG, R., NETELER, M., JEWORUTZKI, S. 2016. Interface Between GRASS 7 Geographical Information System and R. In: https://r-forge.r-project.org/projects/spgrass/. Acessado em junho 2017.

BOYADJIAN, C. 2012. Análise e identificação de microvestígios vegetais de cálculo dentário para a reconstrução de dieta sambaquieira: estudo de caso de Jabuticabeira II, SC. Tese de Doutorado, ICB-USP.

COLONESE, A., COLLINS, M. , LUCQUIN, A., EUSTACE, M., HANCOCK, Y., PONZONI, R., MORA, A., SMITH, C., DEBLASIS, P., FIGUTI, L., WESOLOWSKI, V., PLENS, C., EGGERS, S., FARIAS, F., GLEDHILL, A., CRAIG, O. 2014. Long-Term Resilience of Late Holocene Coastal Subsistence System in Southeastern South America. Plos One 9(4):1-13, e93854.

COLONESE, A., NETTO, S., FRANCISCO, A., DEBLASIS, P., VILLAGRAN, X., PONZONI, R., HANCOCK, Y., HAUSMANN, N., FARIAS, D., PRENDERGAST, A., SCHÖNE, B., CRUZ, F. & GIANNINI, P. 2017. Shell sclerochronology and stable isotopes of the bivalve Anomalocardia flexuosa (Linnaeus, 1767) from southern Brazil: implications for environmental and archaeological studies. Palaeogeography, Palaeoclimatology, Palaeoecology, 15.10.2017:1-15.

COPÉ, S. M. 2015. A gênese das paisagens culturais do planalto sul-brasileiro. Estudos Avançados 83:149-171. São Paulo, IEA-USP.

CORTELETTI, R. 2012. Projeto arqueológico Alto Canoas - Paraca: um estudo da presença Je no Planalto Catarinense. Tese de Doutorado, Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo.

COSTA, J. G. 2016. A relação entre matérias-primas e tecnologia lítica no território pré-histórico do extremo sul catarinense, Brasil. Dissertação de Mestrado, Tomar, IPT-UTAD.

DEBLASIS, P., FISH, S., GASPAR, M. D., FISH, P. 1998. Some references for the discussion of complexity among the sambaqui moundbuilders from the southern shores of Brasil. Revista de Arqueologia Americana 15:75-105, Mexico, Instituto Panamericano de Geografia e Historia.

DEBLASIS, P., KNEIP, A., SCHEEL-YBERT, R., GIANNINI, P. C. F., GASPAR, M. D. 2007. Sambaquis e Paisagem: dinâmica natural e arqueologia regional no litoral do sul do Brasil. Revista de Arqueología Suramericana 3(1):28-61.

DEBLASIS, P., GASPAR, M. D. 2009. Os sambaquis do sul catarinense: retrospectiva e perspectivas de dez anos de pesquisas. In: Morales, Walter F. (org.) Arqueologia Hoje. Especiaria (Cadernos de Ciências Humanas) 11/12 (20/21):83-125. Ilhéus, Editora da UESC.

DEBLASIS, P., FARIAS, D. S, KNEIP, A. 2014. Velhas tradições e gente nova no pedaço: perspectivas longevas de arquitetura funerária na paisagem do litoral sul catarinense. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia 24:109-136. São Paulo, MAE-USP.

FARIAS, D. S. 2005. Distribuição e padrão de assentamento. Propostas para sítios da Tradição Umbu na encosta de Santa Catarina. Doutoramento, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

FARIAS, D. S., NEU, M. R., DEMATHÉ, A., GUIMARÃES, G., ATTORRE, T. 2013. AMA–Arqueologia na Mata Atlântica. Tempos Acadêmicos 11:185-209. Criciúma, UNESC.

FARIAS, D. S., KNEIP, A., GUIMARÃES, G., DEMATHÉ A., ATTORRE, T., DEBLASIS, P. 2016. Ecologias culturais na Mata Atlântica pré-colonial de Santa Catarina. In: Cabral, Diogo C. & Ana Goulart Bustamante (orgs.). Metamorfoses florestais: culturas, ecologias e as transformações históricas da Mata Atlântica, p. 124-148.

FIGUTI, L. 1992. Les sambaquis COSIPA (4200 à 1200 ans AP): étude de la subsistance chez les peuples préhistoriques des pêcheurs-ramasseurs de bivalves de la côte centrale de l’État de São Paulo, Brésil.

FIGUTI, L., PLENS, C., DEBLASIS, P. 2013. Small sambaquis and big chronologies: shellmound building and hunter-gatherers in neotropical highlands. In: Proceedings of the 21st International Radiocarbon Conference. Paris, July 9-13, 2012. Radiocarbon 55(2-3):1215-1221.

FISH, S. K., DEBLASIS, P., GASPAR, M. D., FISH, P. R. 2000. Eventos incrementais na construção de sambaquis, sudeste do estado de Santa Catarina. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia 10:69-87, MAE-USP.

FISH, P. R., FISH, S. K., DEBLASIS, P., GASPAR, M. D. 2013. Monumental Shell Mounds as Persistent Places in Southern Coastal Brazil. In Thompson, Victor D. & James C. Waggoner Jr. (eds.) The Archaeology and Historical Ecology of Small Scale Economies, p. 120-140. Gainesville, Univ. Press of Florida.

FORNARI, M. 2010. Evolução sedimentar holocênica da retrobarreira na região de Jaguaruna-Laguna, Santa Catarina, Brasil. Tese de Doutorado, IGC-USP.

GASPAR, M. D. 2003. Aspectos da organização social de pescadores-coletores: região compreendida entre a Ilha Grande e o delta do Paraíba do Sul, Rio de Janeiro. Pesquisas 59, 163 p. São Leopoldo, IAP.

GASPAR, M. D. 2000 Sambaquis. Arqueologia do litoral brasileiro. Rio de Janeiro, Zahar.

GASPAR, M. D., DEBLASIS, P., FISH, S. K., FISH, P. 2008. Sambaqui (Shell Mound) Societies of Coastal Brazil. In: Silverman, Helaine & William H. Isbell (eds.) Handbook of South American Archaeology, p. 319-335. Springer.

GASPAR, M. D., KLÖKLER, D. M., DEBLASIS, P. 2011. Traditional fishing, mollusk gathering, and the shell mound builders of Santa Catarina, Brazil. Journal of Ethnobiology 31(2):188-212.

GASPAR, M. D., KLÖKLER, D. M., DEBLASIS, P. 2014. Were Sambaqui People Buried in the Trash? Archaeology, Physical Anthropology, and the Evolution of the Interpretation of Brazilian Shell Mounds. In: Roksandic, Mirjana, Sheila Mendonça de Souza, Sabine Eggers, Meghan Burchell & Daniela Klökler (eds.) The Cultural Dynamics of Shell-Matrix Sites, p. 91-100. Albuquerque, Univ. of New Mexico Press. ISBN 978-0-8263-5456-3.

GIANNINI, P. C. F. 1993. Sistemas deposicionais no quaternário costeiro entre Jaguaruna e Imbituba, SC. Tese de doutorado, Instituto de Geociências, Universidade de São Paulo.

GIANNINI, P. C. F., VILLAGRÁN, X. S., FORNARI, M., NASCIMENTO JUNIOR, D. R. do, MENEZES, P. M. L., TANAKA, A. P. B., ASSUNÇÃO, D. C., DEBLASIS, P. , AMARAL, P. G. C. do. 2010. Interações entre evolução sedimentar e ocupação humana pré-histórica na costa centro-sul de Santa Catarina, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emilio Goeldi (Ciências Humanas) 5(1):105-128, Belém.

HURT, W. R. 1974. The interrelationship between the natural environment and four sambaquis, coast of Santa Catarina, Brazil. Occasional Papers and Monographs, Bloomington, 1, Indiana University Museum.

JOHNSON, R.A., BHATTACHARYYA, G.K. 2014. Statistics: Principles and Methods. Wiley.

KAUFMAN, L., ROUSSEEUW, P.J. 1990. Finding Groups in Data: An Introduction to Cluster Analysis. New York, Wiley.

KLÖKLER, D. M. 2008. Food for body and soul: mortuary ritual in shellmounds (Laguna, Brazil). PhD thesis, 369 p., University Arizona. 2016.

KLÖKLER, D. M. 2016. Animal para toda a obra: fauna ritual em sambaquis. Habitus 14:21-34.

KNEIP, A. 2004. O povo da lagoa: uso do SIG para modelamento e simulação na área arqueológica do Camacho. Tese de doutorado, Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo.

MARTIN, L., SUGUIO, K., FLEXOR, J.M., 1988. Relative sea-level reconstruction during the last 7000 years along the states of Paraná and Santa Catarina coastal plains: additional information derived from shell-middens. Quaternary of South America and Antarctic Peninsula, vol. 4, Balkema, Rotterdam, pp. 319- 236.

MELLO E ALVIM, M. C.; SOARES, M. C. & CUNHA, P. S. P. 1983-1984 "Traços não métricos cranianos e distância biológica em grupos indígenas interioranos e do litoral do Brasil. 'Homem de Lago Santa', índios Botocudos e construtores de sambaquis", Arquivos do Museu Nacional de História Natural da Universidade Federal de Minas Gerais, vol. 8/9: 323-38.

MONTGOMERY, D.C., PECK, E.A., VINING, G.G. 2012. Introduction to linear regression analysis. New Jersey, Wiley.

NISHIDA, P. 2007. A coisa ficou preta: estudo do processo de formação da terra preta do sítio arqueológico Jabuticabeira II. Tese de Doutorado, Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo.

PEIXOTO, S. 2008. Pequenos aos montes: uma análise dos processos de formação dos sambaquis de pequeno porte do litoral sul de Santa Catarina. Dissertação de Mestrado, Museu Nacional/UFRJ, Rio de Janeiro.

PROUS, A. 1992. Arqueologia brasileira. Brasilia, Ed. UnB.

R CORE TEAM. 2013. R: A Language and Environment for Statistical Computing. Vienna, R Foundation for Statistical Computing.

ROHR, J. A. 1962. Pesquisas paleo-etnográficas na Ilha de Santa Catarina e sambaquis do litoral sul-catarinense. Pesquisas (14)5-27, São Leopoldo.

ROHR, J. A. 1968 Levantamento de sítios arqueológicos em Jaguaruna. Pesquisas 18:49-51, São Leopoldo.

ROHR, J. A. 1969 Os sítios arqueológicos do município sul-catarinense de Jaguaruna. Pesquisas (22):1-37, São Leopoldo.

ROUSSEEUW, P.J. 1987. Silhouettes: a graphical aid to the interpretation and validation of cluster analysis. J. Comput. Appl. Math. 20:53–65.

SANTOS, M. C. P., COSTA, J. G., CAMPOS, J. B. 2015. Escolhas de matérias-primas rochosas por grupos pré-históricos caçadores-coletores na microbacia do rio da Pedra, Jacinto Machado, SC. Cadernos do Lepaarq (XII)23:22-42.

SAWAKUCHI, A. O. 2003. Sistemas deposicionais eólicos quaternários na costa centro-sul catarinense: relações com o nível do mar. Dissertação de Mestrado, IGC-USP.

SCHEEL-YBERT, R., BIANCHINI, G. F., DEBLASIS, P. 2009. Registro de mangue em um sambaqui de pequeno porte do litoral sul de Santa Catarina, Brasil, a cerca de 4900 anos cal BP, e considerações sobre o processo de ocupação do sítio Encantada III. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia 19:103-118, Universidade de São Paulo.

SCHEEL-YBERT, R., EGGERS, S., WESOLOWSKI, V., PETRONILHO, C. C., BOYADJIAN, C. H., GASPAR, M. D., BARBOSA-GUIMARÃES, M., TENÓRIO, M. C., DEBLASIS, P. 2009. Subsistence and lifeway of coastal Brazilian moundbuilders. In: Aylen Capparelli, Alexandre Chevalier & Raquel Piqué (coords.) La alimentación en la América precolombina y colonial: una aproximación interdisciplinaria. Treballs D’etnoarqueologia 7:37-54. Madrid, Consejo Superior de Investigaciones Científicas.

SCHMITZ, P. I., ROSA, A. O., IZIDRO, J. M., HAUBERT, F., KREVER, M. L. B., BITENCOURT, A. L., ROGGE, J. H. 1999. Içara: Um Jazigo Mortuário no Litoral de Santa Catarina. Pesquisas, Antropologia, São Leopoldo, 55, 164 p.

SIMÕES, C. B. 2007. Processo de formação de sambaquis: uma leitura estratigráfica do sambaqui Jabuticabeira II, SC. Dissertação de Mestrado, MAE-USP.

VILLAGRÁN, X. S. 2008. Análise de arqueofácies na camada preta do sambaqui Jabuticabeira II. Dissertação de Mestrado, Universidade de São Paulo.

VILLAGRÁN, X. S., KLÖKLER, D. M., NISHIDA, P., GASPAR, M. D., DEBLASIS, P. 2010. Lecturas estratigráficas: arquitetura funeraria y depositación de resíduos em el sambaqui Jabuticabeira II. Latin American Antiquity 21(2):195-216.

VORONOI, G. 1908. Nouvelles applications des paramètres continus à la théorie des formes quadratiques. Journal für die Reine und Angewandte Mathematik 133:97–178.

Downloads

Publicado

2018-06-30

Como Citar

KNEIP, A.; FARIAS, D.; DEBLASIS, P. Longa duração e territorialidade da ocupação sambaquieira na laguna de Santa Marta, Santa Catarina. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 31, n. 1, p. 25–51, 2018. DOI: 10.24885/sab.v31i1.526. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/526. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo