A Coleção Von Koseritz

análise e curadoria científica de artefatos líticos polidos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v33i3.868

Palavras-chave:

coleção arqueológica, curadoria, artefatos líticos polidos

Resumo

Apresentamos as ações de curadoria realizadas com os artefatos líticos polidos da Coleção Von Koseritz com dois objetivos. O primeiro foi analisar detalhadamente as peças arqueológicas, proporcionando um aporte de informações importantes, convertendo-as de simples peças do acervo em fragmentos que auxiliem na compreensão das ocupações pré-coloniais do sul do Brasil. O segundo objetivo foi produzir dados que auxiliem em uma melhor compreensão da história pré-colonial brasileira, principalmente relacionada aos artefatos líticos polidos, por meio da comparação desses dados com outros materiais arqueológicos encontrados nas regiões norte, sul e sudeste do Brasil. Apresentamos, portanto, as análises de lâminas de pedra polida, mãos de pilão, mãos de mó, percutores, bigornas, virote, bolas de boleadeira, calibradores, “afiadores”, bacias de polimento móveis e zoólitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAUJO, Astolfo Gomes de Mello. A Tradição cerâmica Itararé-Taquara: características, área de ocorrência e algumas hipóteses sobre a expansão dos grupos Jê no sudeste do Brasil. Revista de Arqueologia, v. 20, p. 09-38, 2007.

ARAÚJO, Rodrigo Cardoso Soares de. Laços e traços de identidade numa leitura de Karl von Koseritz. Revista de História da UEG, v. 1, n. 1, p. 65-85, 2012.

GARCIA, Jefferson Batista; BANDEIRA, Dione da Rocha. Artefatos zoomorfos sambaquieiros do estado de Santa Catarina: considerações acerca do tema. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, 30: 12-41, 2018.

GONZÁLES, Alberto Rex. La boleadora. Sus áreas de dispersión y tipos. Revista del Museo de la Universidad Eva Perón (La Plata). Nueva Serie, La Plata. Tomo IV, seción Antropología, p. 133-292, 1953.

IHERING, Herman Von. A Civilisação Prehistorica do Brazil Meridional. Revista do Museu Paulista, v. 1, 159p, 1895.

IHERING, Herman Von. Archeologia Comparativa do Brazil. Revista do Museu Paulista, v. VI, p. 519-582, 1904.

LAMING-EMPERAIRE, Annette. Guia para o estudo das indústrias líticas na América do Sul. Manuais de Arqueologia. Centro de Estudos e Pesquisas Arqueológicas, Curitiba, 2: 1-155. 1967.

MILHEIRA, Rafael Guedes. Esculturas líticas sambaquieiras: algumas possibilidades interpretativas: reflexão a partir de uma coleção lítica do Lepaarq/UFPeL. Monografia. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas. 2005.

MILHEIRA, Rafael Guedes. Zoólitos: algumas reflexões sobre as esculturas sambaquieiras. In: Zocche, J.J. et al.(Orgs.). Arqueofauna e paisagem. Habilis, Erechim, 187-207. 2014.

MOTA, Lucio Tadeu; CARSTEN, Aluízio Alfredo. Virotes: espacialização e uso por populações indígenas no Sul do Brasil. Clio Arqueológica, v. 28, n. 2, 2013.

PROUS, André. Catalogue raisonné des sculptures préhistoriques zoomorphes du Brésil et de l’Uruguay. Dédalo 20:11-127. 1974.

PROUS, André. Les sculptures zoomorphes du Sud brésilien et de l’Uruguay. Centre National de la Recherche Scientifique, Paris. 1977.

PROUS, André. SOUZA, Gustavo Neves de; LIMA, Ângelo Pessoa. A importância do lascamento sobre bigorna nas indústrias líticas do Brasil. Arquivos do Museu de História Natural, vol. 21 n. 2, 2012.

SCHMITZ, Pedro Ignácio. O povoamento do Rio Grande do Sul. In: Morales, Walter Fagundes; Moi, Flávia (org). Cenários Regionais em Arqueologia Brasileira. São Paulo: Annablume, 2009.

SCHMITZ, Pedro Ignácio; BECKER, Ítala Irene Basile; BAUMHARDT, Gastão; BROCHADO, José J. J. Bolas de Boleadeira no Rio Grande do Sul. O homem Antigo na América. Instituto de Pré-História da Universidade de São Paulo. 1971.

SOUZA, Gustavo Neves de. O Material lítico polido do interior de Minas Gerais e São Paulo: entre a matéria e a cultura. 2008. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) - Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. doi:10.11606/D.71.2008.tde-04072008-092418.

SOUZAa, Gustavo Neves de. Relatório do projeto: Análise e curadoria científica de artefatos líticos polidos da coleção Von Koseritz. São Paulo: Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, 2013.

SOUZAb, Gustavo Neves de. Estudo das lâminas de pedra polidas do Brasil: diversidades regionais e culturais. 2013. Tese (Doutorado em Arqueologia) - Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. doi:10.11606/T.71.2013.tde-04092013-164621.

SOUZA, Gustavo Neves de; AFONSO, Marisa Coutinho; BARRETO, Dária El. Fernandes; JACOB, José Paulo. A curadoria da Coleção Von Koseritz no MAE/USP. In: IX Reunião da SAB Sul Arqueologia, Patrimônio e Interdisciplinaridade: Desafios Contemporâneos, 2014, Joinville. Caderno de Resumos - IX Reunião da SAB Sul. Joinville: Sociedade de Arqueologia Brasileira - Regional Sul (SAB Sul), 2014.

SOUZA, Gustavo Neves de; LIMA, Ângelo Pessoa. Experimental Archaeology on Brazilian Polished Artifacts: Making Adornments, Hafting Blades and Cutting Trees. Technology and Experimentation in Archaeology. BAR International Series 2657. Archeopress, Oxford, 2014.

TIBURTIUS, Guilherme; BIGARELLA, Iris Koehler. Objetos zoomorfos do litoral de Santa Catarina e Paraná. Pesquisas: Antropologia 7, 1960.

TIBURTIUS, Guilherme; LEPREVOST, Alsedo. Nota sobre a ocurrência de virotes, nos estados do Paraná e Santa Catarina. Arquivos de Biologia e Tecnologia, Curitiba, v. 9, p. 87-98, 1954.

TORRENTEGUY, Teófilo Otoni Vasconcelos. Abordagem Analítica de uma Coleção Arqueológica – Um método interpretativo. Dissertação de Mestrado. Departamento de Ciências Sociais. FFLCH-USP. 1975.

VIDAL, Viviane Margareth Pouey. Os Artefatos de Arremesso dos Campos da América Meridional: Um Estudo de Caso das Boleadeiras. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

Downloads

Publicado

2020-12-28

Como Citar

NEVES DE SOUZA, G.; AFONSO, M. C. A Coleção Von Koseritz: análise e curadoria científica de artefatos líticos polidos. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 33, n. 3, p. 375–395, 2020. DOI: 10.24885/sab.v33i3.868. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/868. Acesso em: 9 ago. 2022.