Etnoarqueologia, colonialismo, patrimônio arqueológico e cemitérios Kaiowá no Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil

Autores

  • Jorge Eremites de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v29i1.446

Palavras-chave:

Cemitérios Indígenas, Etnoarqueologia, Povos Guarani e Kaiowá, Patrimônio Cultural

Resumo

Neste artigo, o autor apresenta uma discussão a respeito da relação entre colonialismo, cemitérios indígenas e preservação do patrimônio arqueológico no estado brasileiro de Mato Grosso do Sul. Para este propósito, é apresentado um estudo etnoarqueológico a respeito de cemitérios Guarani e Kaiowá, na tentativa de contribuir para o debate sobre a descolonização da Arqueologia no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-06-30

Como Citar

EREMITES DE OLIVEIRA, J. . Etnoarqueologia, colonialismo, patrimônio arqueológico e cemitérios Kaiowá no Estado de Mato Grosso do Sul, Brasil. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 29, n. 1, p. 136–160, 2016. DOI: 10.24885/sab.v29i1.446. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/446. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo