Patrimônio arqueológico, ideologia e poder

Autores

  • Tânia Andrade Lima

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v5i1.65

Resumo

As diversas formas de apropriação e manipulação do passado por ideologias dominantes, vêm se configurando, através dos tempos, como eficientes estratégias para justificar ações e políticas de cunho nacionalista, colonialista ou imperialista, em diversas nações. Outrossim, discute-se aqui as relações do Estado brasileiro com seu patrimônio arqueológico, numa perspectiva político-cultural, destacando-se o fato de que somente agora o estudo do passado pré-histórico começa a ser encarado com todo o potencial que esta disciplina pode oferecer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CARDOSO, M. L. — Ideologia do Desenvolvimento. Brasil: JK — JQ. Rio de Janeiro, Paz e Terra.

FALCÃO, J. A. 1984 "Política cultural e democracia: a preservação do patrimônio histórico e artístico nacional." In: Estado e Cultura no Brasil, S. Miceli (org.). São Paulo, DIFEL.

FOWLER, D. D. — "Uses the Past: Archaeology in the Service of the State", American Antiquity,

GLOCK, A. E. — "Tradition and Change in T wo Archaeologies." American Antiquity, 50(2):464-77.

— "The Burden of Tribalism: the Social Context of Southern African Iron Age Studies". American Antiquity, 49(3):455-67.

LEONE, M. 1982 — "Child's offspring". In Symbolic and Structural Archaeology. I. Hodder (ed.), Cambridge University Press, pp 179-84.

MICELI, S. 1984 — "O processo de "construção institucional" na área cultural federal (anos 70)." In: Estado e Cultura no Brasil, S. Miceli (org.) São Paulo, São Paulo.

MOTA, C. G. 1975 — A ideologia da cultura brasileira (1933-1974). Tesc de Livre Docência apresentada à Universidade de São Paulo. (mimco.).

TRIGGER, B. G. 1980 — "Archaeology and the Image of the American Indian." American antiquity, 45(4):662-76.

WILSON, R. L. & LOYOLA, G. (eds.) 1982 Rescue Archaeology: Papers from the First New World Conference on Rescue Archaeology. The Preservation Press. National Trust for Historic Preservation, Washington, D.C.

MEC. 1980 — Proteçäo e revitalização do patrimônio cultural no Brasil: uma trajetória. Publicações SPHAN, Brasília, 31.

Downloads

Publicado

1988-06-30

Como Citar

ANDRADE LIMA, T. Patrimônio arqueológico, ideologia e poder. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 19–27, 1988. DOI: 10.24885/sab.v5i1.65. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/65. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Artigo