Polidores-afiadores na Amazônia Um estudo de caso na Ilha de Mosqueiro, Pará, Brasil

Autores

  • Maura Imazio da Silveira Museu Paraense Emílio Goeldi
  • Marcia Bezerra Universidade Federal do Pará
  • Elisangela Regina de Oliveira
  • Fernando Luiz Tavares Marques Museu Paraense Emilio Goeldi

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v25i1.341

Palavras-chave:

Polidores-afiadores, litoral Amazônico, Arqueologia Brasileira, Paisagens

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar o levantamento preliminar da ocorrência de polidores-afiadores fixos no litoral Amazônico a partir de pesquisa realizada no sítio arqueológico Maraú, localizado na porção nordeste da Ilha de Mosqueiro - Pará, a mais próxima a Ilha do Marajó. Pouca importância tem sido dada aos polidores e afiadores na Arqueologia brasileira, os parcos estudos realizados tratam de sítios localizados, principalmente, no litoral Sul e Sudeste. Os resultados iniciais desta pesquisa poderão contribuir para o entendimento técnico-simbólico deste tipo de sítio arqueológico no litoral da Amazônia e estimular o desenvolvimento de pesquisas sobre polidores-afiadores em outras partes do país. Assim, sugerimos possibilidades teóricas que poderão nortear futuras pesquisas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMENOMORI, S. N. 2005. Paisagem das ilhas, as ilhas da paisagem: a ocupação dos grupos pescadores-coletores pré-históricos no litoral norte do estado de São Paulo. Tese de Doutorado. São Paulo, Universidade de São Paulo. 162 p.

ARAÍ, M.; UESUGUI, H.; ROSSETI, D. F. & GÓES, A. M. 1988. Considerações sobre a idade do

Grupo Barreiras no nordeste do Estado do Pará. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA 35. Belém, 1988. Anais... Belém, SBG. v. 2, p. 738-752.

ARAÚJO COSTA, Fernanda & CALDARELLI, Solange B. 1988. Programa de estudos rqueológicos na área do reservatório de Kararahô (PA). Relatório de Pesquisas. Belém, Museu Paraense Emílio Goeldi.

BANDEIRA, A. M. 2009. Pesquisa arqueológica no sambaqui do Bacanga, São Luis, Maranhão: reflexões sobre a ocorrência de cerâmica em sambaquis do litoral equatorial amazônico. Amazônica, Belém, 1(2): 484-511.

BETTENDORF, J. F. 1990. Crônica dos padres da Companhia de Jesus no Estado do Maranhão. 2ª ed. Belém, Secult.

BEZERRA, M. 2010. O “pegador de peixe”: um projeto de arqueologia etnográfica em uma vila de pescadores na Ilha do Marajó, Amazônia, Brasil. Projeto de Pesquisa, UFPA/CNPq. Projeto de Pesquisa, Belém (não publicado).

BEZERRA, M. - O ´Pegador de Peixe´: as camboas como cultura material. In: ALMEIDA, C.& BEZERRA, M. (Orgs.) Cultura Material na Amazônia. Belém: EDUFPA/Centro de Memória da

Amazônia/PPGA. (no prelo)

BINFORD, L. 1994. En busca del pasado. Descifrando el registro arqueológico. Traducción Pepa Gasull. 3ª ed. Barcelona, Crítica.

BRADLEY, R. 2000. An archaeology of natural places. London, Routledge.

BRADLEY, R. 2003 Seeing things. Perception, experience and the constraints of excavation. Journal of Social Archaeology, (3): 2, 151-168.

BUENO, L. M. R. & MACHADO, J. S. 2005. Relatório final de levantamento arqueológico da área de implantação do sistema de Transmissão 230kV Ji-Paraná / Pimenta Bueno / Vilhena, RO.

Relatório de pesquisa não publicado. 179 p.

CABRAL, M. P. & SALDANHA, J. D. M. 2008. Projeto de investigação arqueológica na bacia do rio Calçoene e seu entorno: Relatório Final. Macapá, IEPA.

CERTEAU, M. 1998. A invenção do cotidiano: artes de fazer. 3ª ed. Petrópolis, Vozes.

CORRÊA, Conceição M. G. 1987. Horticultores pré-históricos do litoral do Pará, Brasil. Revista de Arqueologia, Belém, 4(2): 137-252.

CRUZ, E. 1963. História do Pará. Belém, UFPA (ColeçãoAmazônia: Série José Veríssimo).

GELL, Alfred. 1992. The technology of enchantment and the enchantment of technology. In: COOTE, Jeremy & SHELTON, Anthony (Ed.). Anthropology, art and aesthetics. Oxford, Clarendon Press. p. 40-63.

HOLDAWAY, S. & DOUGLASS, M. 2011. A twenty-first century archaeology of stone artifacts. Journal of Archaeological Method and Theory. Disponível em: http://www.springerlink.com/content/w278116433l63504. Acesso em: agosto de 2011.

KOPYTOFF, I. 1986. The cultural biography of things. In: APPADURAI, A. (Ed.). The social life of things: commodities in cultural perspective. Cambridge, Cambridge University Press. p. 64-94.

MEGGERS, B. 1957. Archaeological investigations at the mouth of the Amazon. Washington DC: Govt. Print. Off. 1957 (Smithsonian Institution Bureau of American Ethnology Bulletin,

.

LEITE FILHO, D. C. 2010a. Ocupações pré-coloniais no litoral e nas bacias lacustres do Maranhão. In: PEREIRA, E. & GUAPINDAIA, V. (Org.). Arqueologia Amazônica. vol. 1. Belém,

MPEG; IPHAN; SECULT. p. 741-774.

LEITE FILHO, D. C. 2010b. Encontrados sítios pré-históricos, oficinas líticas, em Carrupateua. Notícias do dia 27/04/2010 do Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão. Disponível em: http://www.cultura.ma.gov.br/portal/cphna/index.php?page=noticia_extend&id=10. Acesso em: 30 de maio de 2011.

LEITE FILHO, D. C. & NUNES FILHO, E. P. 2010. Arqueologia da costa atlântica Amazônica: síntese e perspectivas. (não publicado).

LEITE, S. 1950. História da Companhia de Jesus No Brasil. Lisboa: Portugalia,

MAGALHÃES, M. P. 2004a. Relatório de campo. Projeto Arqueológico Pré-Histórico no Rio Madeira. Área do empreendimento hidroelétrico do Alto rio Madeira AHE Jirau. Belém, Museu

Paraense Emílio Goeldi. 39 p.

MAGALHÃES, M. P. 2004b. Relatório de pesquisa. Projeto Arqueológico Pré-Histórico no Rio Madeira. Área do empreendimento hidroelétrico do Alto rio Madeira AHE Jirau. Belém, Museu

Paraense Emílio Goeldi. 87 p.

MARIN, R. E. A. 2004. Julgados da terra: cadeia de apropriação e atores sociais em conflito na Ilha de Colares, Pará. Belém, EDUFPA. 260 p.

MARQUES, F. L. T. 2006. Engenho dos Jesuítas no estuário Amazônico. In: XI Jornadas Jesuíticas, Resumos, Porto Alegre.

MEIRA FILHO, A. 1978. Mosqueiro: ilhas e vilas. Belém, GRAFISA.

MUNIZ, P. 1904. Patrimônio dos Conselhos Municipais do Estado do Pará. Paris, Ailland e Cia

PROUS, A. 1992. Arqueologia Brasileira. Brasília, Editora da UnB. 605 p.

PROUS, A.; ALONSO, M.; PILÓ, H.; XAVIER, L.A.F.; LIMA, A.P.& SOUZA, G.N. 2002. Os machados pré-históricos no Brasil.

Descrição de coleções brasileiras e trabalhos experimentais: fabricação de lâminas, cabos, encabamento e utilização. Revista Canindé, Xingó, n. 2.

ROOSEVELT, A. C. 1991. Moundbuilders of the Amazon: geophysical archaeology on Marajó Island, Brazil. San Diego, Academic Press.

ROSTAIN, S. 1994. L´occupation amérindienne ancienne du littoral de Guyane. Tese de Doutorado. Tomes I et II. Paris, ORSTOM Éditions. 721 p. (Collection: Travaux et Documents Microédités – TDM129).

SALDANHA, J. D. M. & CABRAL, M. P. 2008. Projeto de Levantamento e Resgate Arqueológico ao Longo da Rodovia BR-156, Amapá. Trecho entre o Igarapé do Breu e Oiapoque: Primeiro

Relatório Semestral. Macapá, IEPA.

SALES, G. M. 2005. Ecologia da paisagem da Ilha do Mosqueiro, NE do Estado do Pará. Dissertação de Mestrado. Belém, Universidade Federal do Pará. 105 p.

SCHAAN, D. P. 2007 Arqueologia do Acre: do Pronapaba às pesquisas sobre os geoglifos – Parte 1. Disponível em:http://www.historiaehistoria.com.br/materia.cfm?tb=arqueologia&id=16. Acesso em 03 de dezembro de 2010.

SCHAAN, D. P. 2004. The Camutins chiefdom: rise and development of complex societies on Marajó Island, Brazilian Amazon. PhD Thesis. University of Pittsburgh, Pittsburgh.

SCHAAN, D. P. 2007. A arte da cerâmica Marajoara. Encontros entre passado e presente. Habitus, Goiânia, 5(1):99-117.

SCHAAN, D. P. & MARTINS, C. P. (Org.), 2010. Muito além dos campos. Arqueologia e história na Amazônia Marajoara. Belém: GKNoronha.

SILVA, B. N. R. 1975. Levantamento de reconhecimento detalhado dos solos da ilha do

Mosqueiro – PA com auxílio de fotointerpretação. Piracicaba, Escola Superior de Agricultura

Luiz de Queiroz. 156 p. (Dissertação de Mestrado).

SILVA, F. A. 2002. Mito e Arqueologia: a interpretação dos Asurini do Xingu sobre os vestígios arqueológicos encontrados no Parque Indígena Kuatinemu - Pará. Horizontes Antropológicos,

Porto Alegre, 8(18): 175-187.

SILVA, A.C. da S. - O ´Coração da Camboa´: um estudo sobre as relações sobre as relações entre o patrimônio arqueológico e a construção do sentimento de saudade entre os pescadores (as) da Vila de Joanes, Ilha do Marajó, Amazônia, Brasil. Monografia (Faculdade de Ciências Sociais), Universidade Federal do Pará, 2012.

SILVEIRA, M. I. & MARQUES, F. T. 2004. Levantamento das potencialidades arqueológicas e históricas na área dos Municípios de Barcarena e Abaetetuba, PA. Relatório Final, inédito, 98p. Belém, Museu Paraense Emílio Goeldi.

SILVEIRA, M. I.; BEZERRA, M.; OLIVEIRA, E. R. & MARQUES, F. L. T. 2010. Vestígios do passado em Maraú. In: GORAYEB, I. (Org.). Amazônia 2. Belém, RM GRAPH, Jornal O Liberal, Apoio VALE. p. 360.

SILVEIRA, M. I. & OLIVEIRA, E. R. 2010. Gamboas, lições do passado sobre manejo pesqueiro sustentável. In: GORAYEB, I. (Org.). Amazônia 3. Belém, RM GRAPH, Jornal O Liberal, Apoio

VALE. p. 60.

SILVEIRA, M. I.; OLIVEIRA, E. R. & PICCININ, J. 2010. Relatório Final do Projeto PIATAM mar. Relatório de Pesquisa. Belém, Museu Paraense Emílio Goeldi. 58 p.

SILVEIRA, M. I. da; RODRIGUES, M. C. L.; MACHADO, C. L.; OLIVEIRA, E. & LOSIER, L.. 2009. Prospecção arqueológica em áreas de floresta – contribuição metodológica da pesquisa na

área do Projeto Salobo (Pará). Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, 19: 155-178.

SILVEIRA, M. I.; RODRIGUES, M. C. L. F. & OLIVEIRA, E. R. 2009. Relatório Final do Projeto de Salvamento Arqueológico na Área do Projeto Salobo/PA. Relatório de Pesquisa vol. 1. Belém,

Museu Paraense Emílio Goeldi. 355 p.

SILVEIRA, M. I. & SCHAAN, D. P. 2005. Potencialidades arqueológicas do litoral Amazônico. In: V Workshop do Projeto PIATAM mar, 1 CDROM.

SIMÕES, M. 1981. Coletores-pescadores ceramistas do litoral do Salgado (Pará). Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, Série Antropologia, Belém, 78.

TENÓRIO, M. C. 2003. Os amoladores-polidores fixos. Revista da SAB, São Paulo, 16: 87-108.

VARGAS, H. L. 1999. Asentamientos aborígenes en la llanura de matanzas tierra fértil de San Agustin. Santafé de Bogotá, Fundación de Investigaciones Arqueológicas Nacionales, n. 68.

Downloads

Publicado

2012-06-30

Como Citar

IMAZIO DA SILVEIRA, M.; BEZERRA, M.; REGINA DE OLIVEIRA, E.; LUIZ TAVARES MARQUES, F. Polidores-afiadores na Amazônia Um estudo de caso na Ilha de Mosqueiro, Pará, Brasil. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 90–104, 2012. DOI: 10.24885/sab.v25i1.341. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/341. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo