Amazônia ano 1000

territorialidade e conflito no tempo das chefias regionais

Autores

  • Claide de Paula Moraes Museu de Arqueologia e Etnologia/USP

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v25i2.359

Palavras-chave:

Resumo

Resumo

Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa em arqueologia que busca discutir o processo de ocupação humana no passado pré-colonial de uma área genericamente conhecida como Amazônia Central. Mais precisamente estamos tratando de evidências arqueológicas das proximidades da foz dos rios Negro e Solimões e do baixo rio Madeira, Estado do Amazonas, Brasil. Nosso objetivo se foca principalmente nas ocupações da era Cristã. A discussão é guiada pelas evidências de um período de ocupação classificado como fase Paredão, porém, o objetivo maior do trabalho é entender os processos que levaram ao surgimento, desenvolvimento e decadência das chefias regionais do período pré-colonial da Amazônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-30

Como Citar

DE PAULA MORAES, C. Amazônia ano 1000: territorialidade e conflito no tempo das chefias regionais. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 25, n. 2, p. 140–144, 2012. DOI: 10.24885/sab.v25i2.359. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/359. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Resumo de Tese e Dissertação

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.