As iconografias das urnas funerárias antropomorfas Maracá (Amapá)

a coleção Gruta das Caretas

Autores

  • Carlos Augusto Palheta Barbosa Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.24885/sab.v24i2.333

Palavras-chave:

Resumo

Resumo

O trabalho aborda a cultura arqueológica Maracá, conhecida desde o final do século XIX e caracterizada pela ocorrência de urnas funerárias antropomorfas, zoomorfas e tubulares encontradas na superfície de grutas na região de Maracá, sudeste do Amapá, Brasil. O Museu Paraense Emilio Goeldi abriga coleções de urnas Maracá formadas em dois períodos distintos: as primeiras são do século XIX, sem uma contextualização arqueológica precisa, e outras são provenientes de pesquisas recentes realizadas durante o século XX. O objetivo deste estudo foi a análise iconográfica da coleção proveniente do sítio AP-MZ-30: Gruta das Caretas, encontrada em 1995, composta apenas de urnas antropomorfas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-12-30

Como Citar

AUGUSTO PALHETA BARBOSA, C. As iconografias das urnas funerárias antropomorfas Maracá (Amapá): a coleção Gruta das Caretas. Revista de Arqueologia, [S. l.], v. 24, n. 2, p. 140–143, 2011. DOI: 10.24885/sab.v24i2.333. Disponível em: https://revista.sabnet.org/ojs/index.php/sab/article/view/333. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Resumo de Tese e Dissertação

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.